Ação social promove atendimento oftalmológico e óculos gratuitos para pessoas com deficiência intelectual atendidas pelo Instituto Mano Down

atendimento oftalmológico e óculos gratuitos

Dezenas de crianças, jovens e adultos com deficiência intelectual, atendidos pelo Instituto Mano Down – organização social; poderão realizar consulta oftalmológica gratuita entre os dias 28 e 29 de outubro, na sede da instituição – Rua Japão, 180, Alto Barroca, Belo Horizonte/MG.

A ação está sendo promovida através do Luz Para Vida, um programa social que busca levar serviços oftalmológicos para pessoas necessitadas.

Durante a ação, idealizada pela oftalmologista Taiane Barcellos, serão realizadas dezenas de consultas oftalmológicas por médicos especialistas. Para isso, todos os equipamentos foram montados na estrutura do Instituto e os horários foram previamente marcados pelas Assistentes Sociais do Mano Down, buscando priorizar as famílias em condições de vulnerabilidade social ou com alguma dificuldade momentânea.

Após a consulta, caso seja identificada a necessidade de uso de óculos pelos educandos (crianças, jovens e adultos com deficiência intelectual), eles serão oferecidos gratuitamente pela empresa Supremo Carnes, que vai patrocinar a ação.

Segundo Leonardo Gontijo,  presidente e fundador do Instituto Mano Down, a ação é de grande importância, pois historicamente pessoas com síndrome de Down têm maior probabilidade de apresentar problemas de visão e nem todas as famílias têm condições de fazer um tratamento adequado.

“Estudos e pesquisas mostram que muitas pessoas com síndrome de Down podem ter problemas de visão, desde estrabismo, cataratas, dificuldades para enxergar, entre outras questões. Muitas delas são facilmente resolvidas com o uso correto de óculos. E isso impacta muito no desenvolvimento e na autonomia deles. Por isso a importância de ações como essa, para dar oportunidade para as famílias que não têm condições financeiras”, explica.

Sobre o Instituto Mano Down

O Instituto Mano Down é uma organização sem fins lucrativos, que desenvolve projetos e programas focados no desenvolvimento de potencialidades e na busca de autonomia das pessoas com síndrome de Down (T21).

Idealizado e criado por Leonardo Gontijo, o Instituto nasceu em 2011 do desejo de dar “vez e voz” para as pessoas com Down e de criar oportunidades para que elas possam ser reconhecidas por suas capacidades. A história surgiu do amor de Leonardo por seu irmão caçula, o Eduardo – também conhecido como Dudu do Cavaco – que tem a síndrome de Down.

Hoje são mais de 400 pessoas com síndrome de Down e outras deficiências intelectuais atendidas pelo Instituto e milhares de pessoas impactadas, direta ou indiretamente, pelas ações do Mano Down.

Realizado na Casa Modelo, atualmente localizada no bairro Alto Barroca, região Oeste de Belo Horizonte (MG), o trabalho do Instituto contempla todas as fases de vida da pessoa com deficiência – bebês, crianças, jovens, adultos e idosos.

As ações incluem:  acolhimento das famílias, intervenção precoce de saúde (fisioterapia, terapia ocupacional e fonoaudiologia), inclusão escolar, oficinas culturais e esportivas, mobilização para autonomia, inclusão no mercado de trabalho e envelhecimento saudável.

Para mais informações sobre o Instituto, acesse: www.manodown.com.br