Alunos da Faculdade Pitágoras adaptam clássicos infantis com personagens inclusivos

Já imaginou a história do Patinho Feio com uma criança com Síndrome Down?
E se a Chapeuzinho Vermelho fosse uma criança com deficiência auditiva?
Ou, ainda, se A Lebre e a Tartaruga fossem crianças com transtorno de déficit de atenção e hiperatividade?
Essas e outras adaptações foram elaboradas pelos alunos do curso de psicologia, da Faculdade Pitágoras, no projeto Hora da Imaginação, que tem como objetivo falar sobre a importância da inclusão e do respeito a todos, por meio da releitura de clássicos da literatura infantil.

Ao todo, sete histórias foram adaptadas: O Patinho Feio, Dumbo, Chapeuzinho Vermelho, A Lebre e a Tartaruga, João e Maria, A Árvore Confusa e Cinderela.
O psicólogo clínico e professor do curso de psicologia da Faculdade Pitágoras, Humberto Verona, que supervisionou a atividade, afirma que os alunos escolheram a literatura por acreditar em seu poder de transformação. “A leitura estimula a imaginação e a expansão do conhecimento. Ela influencia de maneira positiva no desenvolvimento social, emocional e cognitivo da criança. O Hora da Imaginação apresenta reflexões importantes sobre as pessoas com deficiência e é um projeto de intervenção psicossocial”, conta o docente.

Todas as adaptações estão disponíveis no e-book Hora da Imaginação. O download gratuito está disponível em https://drive.google.com/file/d/1-80q_9kxiJ8WSIaMmsMcvgNHWnsdabgV/view. As histórias também foram gravadas em áudio e podem ser escutadas no canal oficial do projeto no Spotify.
Font Resize