Anvisa autoriza importação de novos produtos à base de Cannabis medicinal, porém preço continua inacessível para maior parte da população

Anvisa

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou, na última quinta-feira (4), a importação de mais dois produtos à base de Cannabis medicinal para o Brasil: o promediol e o Zion Medpharma (200mg/ml), ambos extratos da Cannabis sativa.

A novidade dos dois novos produtos em relação aos outros 5 já aprovados, segundo a Anvisa, é que são compostos por extratos vegetais, ou seja: possuem em sua composição um conjunto de substâncias extraídas da própria planta. Os demais produtos são compostos por canabidiol isolado.

Anvisa autoriza importação de novos produtos à base de Cannabis medicina
Anvisa autoriza importação de novos produtos à base de Cannabis medicina

Ambos os compostos são fabricados na Suíça. No Brasil, serão importados e distribuídos como produtos acabados prontos para uso.

De acordo com o Dr. Pedro Pierro, Neurocirurgião funcional, com especialidade em dor, transtornos de movimentos, epilepsia, cirurgia psiquiatra e prescritor de Cannabis para uso medicinal essa decisão resolve o problema do tempo, mas não de preço. “o uso medicinal da Cannabis é uma verdade para quem tem dinheiro. Para quem não tem ainda está muito distante. Por isso, a aprovação do PL 399 se mostra cada mais urgente” ressaltou Dr. Pierro.