Arnaldo Faria de Sá: político morre aos 76 anos

O ex-deputado federal e hoje vereador por São Paulo/SP, Arnaldo Faria de Sá (Progressistas), com 76 anos, morreu na manhã da quinta-feira passada, dia 16 de junho. Ele estava internado no Hospital Vila Nova Star, na Zona Sul da capital, com Covid-19.

O vereador tratava uma leucemia havia mais de 10 anos e deu entrada no hospital com sintomas de Covid no último dia 6.

Ele era muito conhecido por defender os idosos e os direitos de aposentados e pensionistas.

Reconhecido pelos seus feitos e lutas, sempre atuando com firmeza e flexibilidade, também marcou por seu carisma e sua simpatia. Nunca deixou de marcar presença nas Reatech, desde o início do evento. Também sempre fez questão de comparecer nas MOBILITY & SHOW em São Paulo/SP e em todos as festas de aniversário da Revista Reação/Sistema Reação nesses 25 anos.

Arnaldo Faria de Sá, nasceu na capital paulista em 1945. Iniciou sua carreira profissional como office-boy, é contabilista, advogado e professor. Foi deputado federal por 8 mandatos e secretário Municipal de Esportes e de Governo da cidade de São Paulo. Foi coordenador e um dos fundadores da Frente Parlamentar em Defesa da Previdência Pública, atuou na defesa de aposentados e pensionistas do serviço público e do INSS durante as votações das reformas das Previdências dos governos FHC; Lula; Dilma e Temer. Foi responsável pela aprovação em dois turnos da PEC Paralela da Previdência (EC 47/03), além de membro da Comissão do Estatuto do Idoso (Lei 10.741/03), que teve regulamentada a passagem intermunicipal rodoviário e a redução do limite de idade para 60 anos (antes 65 anos).

Foi ainda, o responsável pela criação das Delegacias de Polícia do idoso. Em fevereiro de 2019 assumiu a Subprefeitura Jabaquara, na Zona Sul. Foi eleito vereador de São Paulo em 2020.

Nossos sentimentos à família e aos amigos !