Atleta paralímpica Eliane Corrêa morre em decorrência da Covid-19

Mesa-tenista da classe 4 disputava torneios nacionais pela AACD de São Paulo

A mesa-tenista paralímpica Eliane Corrêa morreu neste sábado (28), em São Paulo (SP).

Ele se sentiu mal, com falta de ar, foi levada ao hospital por familiares, mas não resistiu.

Segundo os médicos que a atenderam, a atleta foi diagnosticada com a Covid-19.

Eliane era atleta da classe 4, e frequentemente disputava competições nacionais da CBTM, jogando pela AACD-SP.

Ela era professora e uma apaixonada por samba, desfilando na ala inclusiva da Rosas de Ouro. Em razão do diagnóstico da doença, não foi realizado velório antes de seu sepultamento.

A atleta Joyce Oliveira, da Seleção Brasileira, homenageou a colega nas redes sociais: “Eliane Corrêa virou mais uma estrelinha. Hoje, o céu está em festa por receber essa pessoa, tão batalhadora, uma pessoa que mesmo com as dificuldades sempre ia atrás dos seus sonhos e dos seus objetivos. Você era um espelho pra mim, para nunca desistir do que queria, pois tudo era possível”.