Autista e cego ganham destaque com startup de tecnologia

O nome dele é Rodrigo Píris e ele tem 35 anos. É uma pessoa autista (TEA) que tem na bagagem 11 prêmios em inovação no currículo. Isso fez com que ele chamasse a atenção de grandes empresas, como a Inclue – startup fundada em 2019, a qual divide sociedade com Sonny Polito, de 41 anos que é pessoa com deficiência visual.

Juntos eles criaram um aplicativo para ajudar outras pessoas com deficiência e idosos na hora das compras nas unidades físicas do varejo, proporcionando inclusão, independência e autonomia, na experiência de consumo. 

De origem humilde em uma comunidade da Zona Sul de São Paulo, Rodrigo sempre mostrou ter um grande potencial e diferencial quando o assunto é tecnologia.

Começou cedo, aos 9 anos já fazia aulas de informática e aos 16 começou a hackear computadores.

Continua após a publicidade…



Logo fez carreira como programador e web designer, além de analista de sistemas e arquiteto no setor de e-commerce. 

Mesmo com tantos talentos, por ser autista, Rodrigo sofreu preconceito e foi vítima de bullying.

O INCLUE criado por Rodrigo e Polito está presente nas lojas: Renner, Pão de Açúcar e na Prezunic.

O APP é simples e de fácil utilização. Além disso, consome pouco espaço de memória do smartphone e pode ser baixado tanto no Sistema Android, quanto no IOS. 

Para acessar, basta fazer o cadastro, efetuar o login, selecionar a loja cadastrada na qual quer efetuar a compra, indicar data e horário e selecionar as necessidades específicas. Os dados apresentados são recebidos pela loja escolhida.