Bebê com síndrome de Down morre de COVID. A família esperou por 48h para vaga em UTI

Bebê com síndrome de Down
Arquivo Pessoal
Kallyne Vitória Duarte de Oliveira nasceu com Síndrome de Down. Nos últimos dias foi para a UTI neonatal com problemas na faringe, em Campo Grande / MS. No dia 4 de fevereiro foi diagnosticada com covid-19. A partir daí, começou a luta dos pais por uma UTI adequada para o caso de Kallyne.
 
Na tarde da última sexta-feira, 5, o pai Bruno Machado de Oliveira conseguiu autorização do plano de saúde para transferir a filha para uma UTI em Ribeirão Preto/SP. Seriam quase 800 quilômetros de ambulância.
 
No entanto, com a situação crítica de saúde, Kallyne acabou ficando em Campo Grande. Após muito custo, foi disponibilizada uma UTI. Mas infelizmente a bebê, de apenas dois meses, morreu na madrugada deste domingo, 7, em um hospital de Campo Grande. As condições críticas de saúde não permitiram a transferência dela para Ribeirão Preto.  O enterro aconteceu na tarde deste domingo (7).