BRASÍLIA/DF quer ser referência em turismo para pessoas com deficiência

O Ministério do Turismo, a Embratur e a Secretaria de Turismo do Distrito Federal assinaram na última semana um acordo de cooperação técnica para ações voltadas a viajantes com deficiência. A intenção é tornar Brasília, que tem uma população de 131 mil pessoas com deficiência, referência em turismo acessível.

O acordo vai reforçar a divulgação da capital federal como destino acessível em feiras internacionais. A qualificação do setor também vai ser abordada, como explica a secretária de Turismo do DF, Vanessa Mendonça. Segundo ela, a ideia é mapear as principais entidades e setores para que a capacitação atinja toda as pontas deste processo.

O secretário Nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Turismo, Fábio Oliveira, diz que a ideia é avaliar a experiência de Brasília e levar para outras cidades.

A capital federal ganhou dois guias destinados a esse público. O material vai ser distribuídos nos Centros de Atendimento ao Turista e no site da Secretaria de Turismo do DF. São duas rotas com atrações que oferecem acessibilidade quanto a locomoção e visual e auditiva.

Uma delas é a Arquitetônica que inclui seis pontos no centro da cidade, como o Memorial JK e a Praça dos Três Poderes. A outra rota tem atrações voltadas para o turismo religioso, como a Catedral Militar Rainha da Paz e a Igrejinha Nossa Senhora de Fátima.

Fonte: www.agenciabrasil.ebc.com.br