Canal de receitas em Libras

Bruna da Silva Filadelfo, surda e cozinheira 'de mão cheia', apresenta as receitas em Libras no canal do Youtube
Bruna da Silva Filadelfo /Arquivo Pessoal

Diversos cozinheiros do país servem de inspiração para muitos aspirantes a chef. E entre eles está a moradora de Marília, no interior de SP, Bruna da Silva Filadelfo, que é surda e passou a apresentar um cardápio diversificado e inclusivo de conteúdos em seu canal do Youtube.

Na plataforma, os surdos encontram espaço para se comunicar e compartilhar os conhecimentos na cozinha. Bruna tem 40 anos e, animada com a possibilidade de compartilhar receitas na Língua Brasileira de Sinais (Libras), a empreendedora e influencer criou o canal Receitas da Bru em Libras.

Em entrevista, Bruna conta que começou com o canal há cerca de dois anos. Ela juntou o amor pela cozinha com a vontade de ajudar surdos que, assim como ela, tiveram dificuldade em aprender as receitas por conta da falta de acessibilidade nos vídeos da plataforma.

Por isso, Bruna se especializou com os cursos tanto pagos quanto gratuitos, fundamentados na culinária e acrescentou um ingrediente especial ao conteúdo: a tradução e dublagem.

Assim, a influencer consegue levar as receitas para surdos e ouvintes, sem restringir o público e diminui a barreira que os separa. Afinal, segundo ela, “com a tradução os surdos podem aprender as palavras em português que aparecem na legenda e vice-versa”.

‘Por trás das câmeras’, a equipe é formada por dois outros integrantes: a tradutora Luisa Castro e o editor Daniel Dias, também surdo e morador de São Paulo (SP). Juntos, entregam o conteúdo diverso, enquanto conscientizam os espectadores.

Neste momento, o trabalho que lhe rende um carinho enorme dos espectadores já reúne mais de mil inscritos no Youtube e mais de mil seguidores no Instagram, outro perfil da cozinheira.

“Recebo muitas mensagens por direct no Instagram de pessoas elogiando, pedindo para eu continuar com as receitas e sugerindo outras. Tento atender cada um dos pedidos que chegam”, conta.

Como pratos favoritos e entre aqueles que mais gosta de ensinar, Bruna destaca os bolos, tortas e a comida nordestina, como o cuscuz, uma das receitas que mais fazem sucesso no canal, acarajé e a moqueca

Isso porque a cozinheira carrega um amor pela região Nordeste, já que a filha “coda” (filha ouvinte de pais surdos), Emanuelle da Silva Fantin, de 19 anos, nasceu em Barreiras (BA): “Quando experimentei a comida nordestina me encantei”, conta Bruna.

No começo, Bruna relata que passou por algumas dificuldades, como a falta de recursos disponíveis para produzir vídeos de qualidade. Hoje, grava os vídeos com uma câmera semiprofissional, presente da mãe.

“Ainda faltam algumas coisas para a gravação ficar de fato profissional, mas, é um passo por vez. No futuro, com certeza terei luzes, um fundo apropriado e uma câmera profissional”, diz.

Fonte: g1.globo.com