Contabilizar voluntariado e coisas doadas ?

Constantemente somos questionados a respeito da contabilização das ações de voluntariado e doações, uma vez que pode parecer irreal para o público em geral.

Revisando nossos conceitos, vamos lembrar que as associações e os templos religiosos são intermediários das boas ações entre as pessoas necessitadas e os doadores de bens e serviços.

Imagine aquela associação que atende algumas famílias que tem necessidades básicas e lhes fornecem cestas de alimentos, vestuário, atendimento psicológico, médico, entre outros.

Essas ações que estão presentes na maioria das entidades vão multiplicando doações e serviços voluntários, muitas vezes, sem apresentar registros que demonstrem seu tamanho e sua pujança. Os esforços do voluntariado e doadores precisa ser reconhecido pela sociedade. Precisa ser mensurado.

 

Como contabilizar a cesta de alimentos doada se também não a recebemos ? 

As ações só aconteceram porque a entidade estava desenvolvendo essa boa ação, portanto precisamos “registrá-la”. A contabilidade tem essa função ! Vejamos:

Recebemos a “cesta” e doamos a “cesta”;

Recebemos o “voluntário médico” e doamos o “serviço de saúde”;

Agora já conseguimos enxergar o débito e o crédito que a contabilidade necessita, vejamos:

Débito: Despesa com saúde ou “serviços médicos”

Crédito: Receita de voluntariado

 

E os voluntários que não tem atividade profissional ou não a desenvolvem na associação, como proceder ? 

Calcule o valor hora pelo piso salarial da categoria e multiplique pela quantidade de horas trabalhadas pelos voluntários.

 

Como avaliar o custo dos honorários profissionais ? 

Em primeiro lugar peça ao profissional uma declaração relativa ao atendimento que ele prestou para comprovar o exercício profissional. Se possível ele mesmo irá relacionar o custo que existiria, caso não fosse doado e, a partir daí contabiliza a doação.

 

Como registrar tudo isso ? 

Tendo conseguido as declarações dos profissionais, os relatórios ou fichas dos voluntários, fazer um breve relatório contendo o histórico das ações praticadas. Este histórico ajudará o contabilista a registrar tudo isso, além do material servir de base para o Relatório de Atividades que deve ser apresentado nas assembléias anuais de prestação de contas.

Nas peças contábeis pode ser encontrado na Demonstração dos Resultados (valor) e nas Notas Explicativas (a descrição geral e valores).

A sociedade precisa conhecer o que sua organização faz e promove.

O voluntariado precisa ser reconhecido.

Esta ação ajudará na captação de recursos e na imagem social da entidade.