CPB suspende calendário de competições de atletismo, halterofilismo, natação e tiro esportivo até junho de 2021

O Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), por meio do Departamento Técnico, comunicou  aos clubes, associações e entidades esportivas de atletismo, halterofilismo, natação e tiro esportivo a suspensão do calendário de competições regionais e nacionais para o primeiro semestre de 2021.

A decisão foi tomada pelo Departamento Técnico e o Comitê de Crise do CPB devido ao aumento do número de casos de Covid-19. O CPB atua como confederação das quatro modalidades sendo o responsável pela organização e realização de eventos no país. Em março do ano passado, todo o calendário esportivo foi suspenso.

O Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, segue fechado para o público em geral. Em julho de 2020 a prefeitura de São Paulo concedeu autorização ao CPB para a reabertura do CT Paralímpico para um pequeno grupo de esportistas treinarem no local.  Atualmente, cerca de 50 atletas do centro de referência de atletismo, natação e tênis de mesa treinam regularmente no CT Paralímpico seguindo os protocolos de segurança estabelecidos pela entidade.

 Com os Jogos Paralímpicos de Tóquio marcados para agosto deste ano, de 24 de agosto a 05 de setembro, o CPB focará exclusivamente neste primeiro semestre no processo de qualificação e preparação dos atletas para o maior evento esportivo do mundo. Reuniões virtuais com dirigentes e treinadores ocorrerão, por modalidade, para apresentação e discussão de uma proposta de classificação e preparação para os Jogos na capital japonesa.
NOTA OFICIAL DO CPB
 
Às entidades, associações e clubes que participam das competições de Atletismo, Halterofilismo, Natação e Tiro Esportivo
Prezados presidentes, diretores e amigos,

O Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) preza, antes de tudo, pela saúde e segurança dos atletas, treinadores, colaboradores, familiares, torcedores e de todos os apaixonados e envolvidos na causa paralímpica. Por este motivo, o CPB toma medidas para mitigar os riscos da exposição ao novo coronavírus desde março de 2020. Essas medidas incluíram a confecção do protocolo de retorno às atividades esportivas paralímpicas, o cancelamento do calendário esportivo de 2020, a instituição de um Comitê de Crise para tomadas de decisão sobre assuntos relacionados à pandemia, entre outras.

Com os números crescentes nos casos de infectados em todo o mundo, a segunda onda da pandemia e, principalmente, considerando os números em nosso país, o Comitê de Crise do CPB decidiu pela não realização de competições esportivas antes do mês de junho de 2021.

Na iminência do início dos Jogos Paralímpicos de Tóquio que, certamente é o momento mais importante para a comunidade esportiva, e baseada nas decisões do Comitê de Crise do CPB, a Diretoria Técnica, no intuito de nortear nossa comunidade esportiva mesmo neste momento de tantas incertezas, resolve o que segue:

1º) Não ocorrerão campeonatos regionais ou nacionais no primeiro semestre de 2021 nas modalidades atletismo, halterofilismo, natação e tiro esportivo;

2º) Com a proximidade dos Jogos Paralímpicos de Tóquio, o primeiro semestre de 2021 será focado exclusivamente no processo de qualificação e preparação para os Jogos.

3º) Serão realizadas reuniões virtuais específicas por modalidade esportiva com dirigentes e treinadores de atletas que têm chances de participarem dos Jogos Paralímpicos de Tóquio para apresentação e discussão de uma proposta de qualificação, classificação e preparação para os Jogos.

A respeito das reuniões virtuais serão encaminhados links para participação de forma específica para cada modalidade esportiva em data e horário a confirmar.

Agradecemos pela atenção e compreensão de todos neste momento difícil que vivemos. Sempre na esperança de um ano melhor, desejamos muita saúde para todos.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro