DETRAN SP causa problemas para pessoas com deficiência. Faltam médicos e até intérprete de libras

detran causa problema para PcD

Após tomar conhecimento de que a falta de médicos credenciados pelo Detran.SP nas bancas de exame práticos para pessoa com deficiência vem ocasionando no cancelamento desses exames, o Sindautoescola.SP oficiou o Detran.SP e cobrou uma rápida solução para esse problema que vem afetando as Autoescolas/CFCs e, consequentemente, o cidadão. Afinal, aproximadamente 80% dos exames agendados são cancelados hoje nas bancas da capital.

“Antes de protocolar esse ofício, o Sindicato já havia informado ao Detran.SP em algumas ocasiões dessa ocorrência e agora aguarda uma rápida solução do órgão de trânsito. De acordo com o relato de diversas Autoescolas/CFCs, esse problema vem acontecendo desde o início do ano, ocasionando o cancelamento de aproximadamente 80% dos exames agendados, gerando indignação, frustração e insegurança para o cidadão que estava pronto para o exame prático, assim como para todas as Autoescolas/CFCs que prestam o serviço”, afirma Magnelson Carlos de Souza, Presidente da entidade.

MAIS PROBLEMAS no Detran SP

Além disso, o Sindicato já relatou ao Detran.SP a necessidade urgente de retomar a possibilidade daquele cidadão que foi impedido pelo médico de realizar o exame prático, quando o profissional informa que o candidato não tem necessidade de realizar exame prático para PCD, requerer a junta médica do Detran-SP para uma nova avaliação médica, a fim de permitir que o candidato consiga realizar o exame prático para PCD.

O Sindicato também cobra do DETRAN.SP a falta de intérpretes de LIBRAS no momento dos exames para os candidatos com deficiência auditiva. “Relatamos esses problemas ao Detran-SP e esperamos que tudo o que foi apontado seja solucionado o mais breve possível. Esses problemas vêm gerando grande insatisfação por parte do cidadão e, claro, das Autoescolas/CFCs que acompanham o candidato durante todo o processo. Sabemos que o Detran.SP vem passando por uma transformação e mudando vários procedimentos internos, com o objetivo legítimo de atender bem o cidadão e seus parceiros”, comenta Magnelson.

O presidente do Sindautoescola.SP afirma que “no entanto, o maior departamento de trânsito da América Latina deveria ter feito um planejamento adequado para todas essas mudanças. É inaceitável conviver diariamente com situações de cancelamento dos exames práticos por conta da falta de médicos ou ainda impedir que o cidadão solicite uma nova avaliação médica para possibilitar a conclusão de seu processo de habilitação”.

 

O Detran.SP informa que, em função da pandemia de Covid-19, muitos médicos que fazem parte dos grupos de risco solicitaram o afastamento e também o descredenciamento das bancas de exames práticos para PcD, causando defasagem na prestação do serviço. O departamento tem concentrado esforços para equalizar os prazos.

Com relação à presença de intérprete de libras durante os exames, o Detran.SP informa que, de acordo com as normas estabelecidas na N&P 046 4.2.1, é requisito obrigatório para credenciamento do CFC, que a autoescola conte com um intérprete de libras. Durante a realização do exame, o futuro motorista poderá estar acompanhado do profissional, familiares ou qualquer outro acompanhante dentro do veículo.