Escola Municipal de Ribeirão Preto/SP tem buffet com alunos com deficiência comandados pela Chef Luciane Faria

deficiencia em ribeirão preto

Para a chef Luciane Faria, de Ribeirão Preto/SP, o que importa mesmo é que cada um – ingredientes e pessoas. Cada um dentro das suas habilidades.

Quem não pode picar, organiza. Quem não quer organizar, lava. Quem não gosta de lavar, aprende a servir.

A combinação que funciona nas receitas da Chef Luciane é o amor !

Esse tempero é infalível ! E foi assim que ela transformou em buffet profissional a cozinha da Escola Municipal Egydio Pedreschi, que atende jovens com todo tipo de deficiência intelectual em Ribeirão Preto/SP.

A sala onde antes se fazia biscoitos e receitas que ficavam só ali, hoje é cozinha equipada onde se se faz dois eventos por mês, para 200 pessoas e até mais. A chef e sua turma já esteviveram nos mais diversos centros de eventos, salões e instituições da região.

A Chef coordena cada atividade, mas são os alunos, com suas habilidades, que fazem todo o processo: da compra no mercado até a recepção dos convidados. Organizam o menu, criam receitas, produzem cada salgadinho servido no coquetel e cada sobremesa, escolhem as louças, montam as mesas, servem os convidados: serviço completo e bem feito.

O lema da turma, é o lema da chef: você é do tamanho do seu sonho !

Luciane aprendeu libras para se comunicar com os alunos que tem deficiência auditiva, estudou as melhores maneiras de estimular a coordenação motora dos que têm dificuldades e como poderia fazer para incentivar aqueles que têm medo de contato a se relacionarem.

Na oficina de culinária, são 17 participantes, divididos entre as turmas da manhã e tarde. Alguns estão com a chef desde que as aulas começaram, seis anos atrás. A evolução de cada um é visível – e comemorada.

O buffet foi sendo criado aos poucos.

A turma cobra preço de custo para realizar os eventos e o valor arrecadado é revertido para manutenção do trabalho: compra de ingredientes, materiais, roupas.