Estudantes com deficiência visual de Gravataí/RS recebem óculos inteligentes 

O dispositivo da ORCAM está mudando a vida de alunos como a de Augusto, um dos 24 alunos com deficiência visual beneficiados pela prefeitura com o acesso aos óculos inteligentes. Com tecnologia israelense, o dispositivo OrCan MyEye permite o reconhecimento de até 200 rostos, fazer a leitura de livros, identificar rótulos de produtos, entre outras facilidades. A iniciativa municipal tem a intenção de promover maior inclusão e autonomia aos estudantes. Conforme a prefeitura, o investimento foi superior a R$ 400 mil.

Os primeiros óculos inteligentes foram entregues em uma cerimônia que ocorreu no dia 1º de junho.
Conforme a mãe de Augusto, ele passou pelo treinamento e utilizou a tecnologia para fazer temas em casa e tarefas em sala de aula.

O dispositivo possibilita que pessoas com deficiência visual compreendam textos e identifiquem objetos através de áudio descritivo. Com a ponta do dedo, o usuário direciona o foco do equipamento para a leitura dos textos, reconhecimento de cédulas, cores, código de barras, produtos, rostos e, além disso, informa a hora com o movimento de olhar para o pulso como se estivesse com o relógio.

A estudante do quinto ano Andriely Glaci da Silva Vieira, 10 anos, que possui baixa visão, e também já está usando os óculos. Entre as funções mais atrativas para ela está o reconhecimento de rostos. Sua mãe, celebra a maior autonomia e independência para os seus afazeres.

Segundo a prefeitura, a cidade é a primeira do Rio Grande do Sul a adquirir os óculos inteligentes. Todos os alunos com deficiência visual da rede receberão o equipamento e os dispositivos ficarão com os alunos por todo o tempo em que eles permanecerem na rede municipal.

Parabéns pela iniciativa