Exemplos de Inclusão, Acessibilidade e Cidadania na cidade do Rio de Janeiro/RJ

O grande desafio para a inclusão e acessibilidade de pessoas com algum tipo de deficiência em nossa sociedade precisa passar, primordialmente, por um olhar humanitário.

É sabido que a legislação em nosso País evoluiu positivamente nesta área. Porém, não podemos olhar a letra da Lei por si só, pois, assim, não encontraremos um real poder transformador das realidades vividas por essas pessoas e suas famílias.

As leis, somente se tornarão catalizadoras efetivas de transformação, na medida que o indivíduo faz a sua junção com o trinômio respeito, empatia e amor ao próximo.

Não se vive aquilo que não se acredita ! Por mais que a sociedade seja norteada por leis, o ideal é que não seja necessária uma fiscalização constante das mesmas. Se esses princípios estiverem arraigados de forma profunda e orgânica no indivíduo, a sua aplicação será uma extensão natural do seu comportamento.

            A título de ilustração, recordo um fato recentemente ocorrido na cidade do Rio de Janeiro, que ora irá sediar pela segunda vez, o maior evento para pessoas com deficiência da região: a Mobility & Show Rio 2018. Em um vídeo viralizado na internet, um cidadão afrontava rudemente um Guarda Municipal, alegando que havia abuso de poder no ato do mesmo de fiscalizar o estacionamento privado de um mercado e que este deveria restringir o seu campo de ação somente aos logradores públicos.

            A Lei Federal Nº 13.146 e as suas resoluções Nº 303 e Nº 304 do CONTRAN, prevê que o poder público tem acesso aos estacionamentos privados, com o objetivo de assegurar a integridade do uso das vagas especiais (por idosos e pessoas com necessidades especiais).

            Esse tipo de fiscalização pontual somente ocorre pela inexistência de cidadania e respeito ao próximo. Este é um exemplo de que, se reações como esta estivessem realmente voltadas para o uso da lei na defesa da inclusão e da acessibilidade, o respeito e o amor ao próximo estariam presentes. Não foi por acaso, que o Mestre do Amor, cunhou a célebre frase:

– Amarás ao próximo, como a ti mesmo.

Por isso, acredito que eventos como a Mobility & Show é uma forma proativa de envolver diretamente as pessoas com esta causa, gerando uma conscientização coletiva natural de respeito e cidadania, e conectando-as em uma inclusiva corrente do bem.

 


Font Resize