Exoesqueleto mecânico para pessoas com deficiência

Exosqueleto

Um aluno do CEUB cria exoesqueleto mecânico para pessoas com deficiência. O projeto acadêmico promete auxiliar na mobilidade e na qualidade de vida desses indivíduos. O projeto é do universitário Matheus Soares Nascimento e busca contribuir com a mobilidade de pessoas com deficiência nos membros inferiores. O aparelho de baixo custo auxilia PcD físicas a executarem a marcha humana, minimizando patologias secundárias. O exoesqueleto suporta o equivalente aos membros inferiores de um indivíduo de até 76 kg de massa e 1,80 m de altura. A criação é resultado de um Trabalho de Conclusão do Curso de Engenharia Elétrica do Centro Universitário de Brasília/DF (CEUB).

O aparelho contribui na acessibilidade de locais e visa a melhoria da qualidade de vida das pessoas, fornecendo sustentação, simulando os movimentos do membro, que é automatizado.

Esse dispositivo comanda o movimento dos motores presentes nas articulações do quadril e joelho, por meio de um controle PID digital independente, para cada articulação.

O método utilizado consiste em criar uma estrutura que acople ao motor, de modo que tenham três elementos principais: móvel, fixo e extensões. Nesse momento, Matheus está desenvolvendo uma nova versão do equipamento, em busca de produzir ainda mais conforto e funcionalidade para o indivíduo. O próximo passo é criar uma miniatura do exoesqueleto para então buscar parcerias para testes com seres humanos.

Para o doutor em Ciências Mecânicas e professor do CEUB de Controle e Servomecanismo, Tiago Leite, a ação de desenvolver equipamentos biomédicos é uma grande batalha dentro da ciência. De acordo com estudos realizados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), estima-se que exista mais de 1 bilhão de pessoas com deficiência no mundo, representando 15% de toda a população. Tais dados englobam todos os graus de dificuldades e tipos de deficiência, seja ela auditiva, física, intelectual, visual e múltiplas.

Mais informações pelo email: ceub@maquinacw.com