Famílias ganham destaque em iniciativa de inclusão por meio de brincadeiras

Brincar é um dos aspectos mais importantes da vida de uma criança. É por meio das brincadeiras que as crianças aprendem a pensar de forma criativa e a interagir socialmente. Por meio do brincar, elas se desenvolvem fisicamente e descobrem uma série de habilidades emocionais, além de aprenderem como processar o mundo. Em suma, brincar é fundamental para o desenvolvimento. Jean Piaget, cientista suíço que é uma das maiores referências em pedagogia, diz que a atividade lúdica é o berço obrigatório das atividades intelectuais da criança, sendo, por isso, indispensável à prática educativa.

Pensando nisso, o Projeto Brincar elaborou um novo material em parceria com duas Unidades Educacionais (CEI Parque Fernanda – DRE Campo Limpo e EMEI Viriato Correia – DRE Capela do Socorro), cinco famílias de crianças com deficiência e também crianças sem deficiência. “Em dois dias visitamos as UEs e propusemos diferentes brincadeiras e atividades para todos, registrando em imagens o envolvimento das famílias e crianças. As brincadeiras que fizeram mais sucesso foram sistematizadas e foram disponibilizadas em um material enxuto para inspirar outras famílias de todo o Brasil a brincarem em casa e em espaços públicos”, conta Guacyara Labonia, Coordenadora Pedagógica do Projeto Brincar. O material terá linguagem simples e muitas imagens.

O Projeto Brincar, iniciativa da Fundação Grupo Volkswagen concebida e executada pela Mais Diferenças em parceria com a Secretaria Municipal de Educação de São Paulo, propõe a criação e experimentação de práticas pedagógicas inclusivas na Educação Infantil e incentiva a realização de brincadeiras que envolvam todas as crianças, com e sem deficiência. O Projeto atua desde 2017 e suas ações envolvem assessoria à gestão escolar, formação de educadores, acompanhamento pedagógico, produção de recursos pedagógicos acessíveis e ações de mobilização junto às comunidades escolares. A iniciativa foi uma das vencedoras do prêmio Zero Project 2020, na categoria de práticas inovadoras e foi apresentado no escritório da Organização das Nações Unidas (ONU) em Viena, Áustria. O reconhecimento global é oferecido pela instituição austríaca Essl Foundation e está voltado aos direitos das pessoas com deficiência.

 

Sobre a Fundação Grupo Volkswagen

Desde 1979, a Fundação Grupo Volkswagen investe em ações de educação e desenvolvimento de comunidades com recursos dos rendimentos de um fundo constituído pela Volkswagen. Atualmente, abraçamos três causas prioritárias: mobilidade urbana, mobilidade social e inclusão de pessoas com deficiência. Além disso, apoiamos tecnicamente ações de responsabilidade social do Grupo Volkswagen no Brasil. Compartilhamos a vocação de mover pessoas. Movimentos que diminuem as distâncias e geram mudanças, transformando potencial em realidade.