Festival Aprendiz Musical leva ao CCBB Rio concertos de música clássica e canções natalinas

Nos dias 11, 12, 18 e 19 de dezembro, a primeira edição do Festival Aprendiz Musical invade o Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro (CCBB-RJ) com apresentações de orquestras e coros que vão trazer o clima e a magia do Natal a todos os visitantes. Lindas performances desenvolvidas por jovens músicos provenientes de seis projetos socioculturais de educação musical do Rio de Janeiro vão ocupar o espaço térreo do centro cultural carioca com apresentações gratuitas. O projeto é patrocinado pelo Banco do Brasil.

O Programa Aprendiz Musical, de Niterói, é o anfitrião desse festival inédito que visa integrar projetos-irmãos, trazendo mais união e visibilidade para iniciativas que desenvolvem trabalhos similares de educação musical para crianças e jovens de comunidades periféricas. Além de fomentar a comunhão entre projetos socioculturais infantojuvenis de transformação social, o festival tem como objetivo estimular a ocupação do centro cultural por esses jovens e seus familiares que na maioria provém de regiões carentes de ofertas culturais tão frequentes e diversificadas quanto na zona sul, como é o caso do CCBB.

A programação do Festival Aprendiz Musical é dividida entre as apresentações dos corais, que, acontecerão às 13h com duração de 30 minutos, e das orquestras, sempre às 17h, com uma hora de duração. Os grupos participantes da primeira edição são Orquestra Jovem de Niterói (OJN), com participação especial do músico Sérgio Chiavazzoli, Coro Aprendiz, que fazem parte do Programa Aprendiz Musical; Orquestra Maré do Amanhã, Orquestra da Grota, Academia Juvenil da Orquestra Petrobras Sinfônica (AJOPES), Coro Laboratório Juvenil do Rio de Janeiro, Coloridos Coral e Coro infantil da UFRJ.

Os grupos selecionados para a primeira edição do evento são parceiros de longa data do Programa Aprendiz Musical e a intenção para os próximos anos é convidar projetos de outras regiões e até estados.

Nos repertórios estão obras de Villa Lobos, Pixinguinha, Bach, Vivaldi, John Willians, Milton Nascimento, Freddie Mercury e outros. Para celebrar as festas de fim de ano, sucessos de natal como Jesus Alegria dos Homens, Noite Feliz e Jingle Bells não ficam de fora.

 

SOBRE OS GRUPOS

 

Orquestra Jovem de Niterói (OJN)

A Orquestra Jovem de Niterói é o principal conjunto derivado do trabalho contínuo de formação em música desenvolvido pelo Programa Aprendiz Musical com crianças e jovens da cidade de Niterói-RJ. Fundada em 2007, o grupo conta com cerca de 45 instrumentistas com idades entre 14 e 23 anos que já apresentam nível técnico avançado. A passagem pela OJN proporciona o aprofundamento no aprendizado da música e a introdução profissional, por meio da experiência orquestral com ensaios e apresentações públicas. Sob a regência do maestro Evandro Rodriguese, a OJN já realizou mais de 150 apresentações nos principais espaços e equipamentos culturais do eixo Rio-Niterói, e seu currículo artístico inclui diversas atividades e projetos com parceiros regionais e internacionais.

 

Academia Juvenil da Orquestra Petrobras Sinfônica (AJOPES)                                                                

A Academia Juvenil da Orquestra Petrobras Sinfônica oferece, para um grupo de jovens de 14 a 20 anos, a preparação para o ingresso em curso superior de Música e sua consequente inserção profissional. Em um ciclo de duração de dois anos, são oferecidas aulas individuais ministradas por músicos da Orquestra Petrobras Sinfônica e coletivas de Teoria e Percepção Musical e Prática Orquestral. Como forma de mostrar o aprendizado, a cada encerramento de semestre, é realizado um concerto em local público. Fruto desse sério trabalho, vários egressos da Academia Juvenil se encontram hoje nas universidades, muitos deles sendo os primeiros de suas famílias a chegarem ao curso superior. Outros já se tornaram profissionais, atuando em orquestras e grupos musicais no Brasil e até no exterior.

 

Orquestra Maré do Amanhã

Vencedora do Prêmio Profissionais da Música 2019, categoria MELHOR ORQUESTRA, a Orquestra Maré do Amanhã foi criada por Carlos Eduardo Prazeres em agosto de 2010 com o objetivo de ensinar e profissionalizar crianças e jovens do Complexo de Favelas da Maré no aprendizado de música clássica. A Orquestra Maré do Amanhã é um braço profissionalizante cujo diferencial é não ser apenas um projeto social, mas oferecer uma oportunidade real de mudança de vida para seus alunos, preparando cada um deles para o mercado de trabalho, enquanto evita que sejam arregimentados pelo tráfico de drogas. A Orquestra Maré do Amanhã já se apresentou nos mais prestigiados palcos do Rio de Janeiro, como o Theatro Municipal do Rio de Janeiro, a Sala Cecília Meireles, a Cidade das Artes, o CCBB, o Teatro do SESI, entre outros.

 

Orquestra da Grota

A Orquestra da Grota é composta por músicos profissionais, a grande maioria deles formados pelo Espaço Cultural da Grota (ECG), ação que teve início na década de 80 para ajudar crianças da comunidade da Grota do Surucucu, em Niterói, que apresentavam dificuldades na escola. Desde sua criação, o grupo vem se apresentando com regularidade em salas de concerto, teatros, escolas e igrejas de todo o Brasil e também no exterior. Seus integrantes vivem da música, e muitos são professores do próprio projeto, com alguns atuando também em outras instituições.

 

Coro Aprendiz

O Coro Aprendiz, regido pela maestrina e coordenadora do Programa Aprendiz Musical, Fátima Mendonça, foi fundado em 2017 e já realizou mais de 30 apresentações. O conjunto foi criado para promover a formação dos alunos através da prática coral de excelência, buscando desenvolver a integração social e o gosto pela música, a partir da execução de um repertório diversificado, que inclui músicas eruditas e populares de várias nacionalidades e diferentes estilos e gêneros. O coro é composto por cerca de 25 crianças e jovens entre 13 e 24 anos que frequentam as atividades da Sala Aprendiz, além de professores.

 

Coro Laboratório Juvenil do Rio de Janeiro

Criado em abril/2018, é a união do Coro Laboratório Carneiro Felipe e Coro Laboratório Orsina da Fonseca. No repertório, música erudita, de tradição oral, judaica, sacra e popular brasileira. Desde 2018, apresentações na Cidade das Artes, aos pés do Cristo Redentor, no Teatro Village Mall, Teatro Riachuelo, Centro Cultural João Nogueira e Casa França-Brasil.

 

Coral Infantil da UFRJ

Criado em 1989 o Coral Infantil da Universidade Federal do Rio de Janeiro é hoje um grupo consolidado, já tendo se apresentado junto às principais orquestras brasileiras. Com mais de 450 apresentações em seu currículo, o grupo já participou de diversas montagens como La Bohème e Tosca de Puccini, a Flauta Mágica de Mozart, cantata O Menino Maluquinho de Ernani Aguiar, dentre outras. Atuou nas comemorações do Bi-centenário da Independência da Argentina, realizando concertos em Buenos Aires. Se manteve ativo durante os anos de 2020 e 2021, tendo gravado inúmeros coros virtuais e participado do programa Blim, Blem, Blom na Rádio MEC, com o âncora Tim Rescala.

 

Coloridos Coral

O COLORIDOS é um coral formado por jovens de várias regiões do Rio de Janeiro, com foco central na música vocal, na socialização saudável entre jovens e na diversidade. O projeto foi criado em 2018, inicialmente com um grupo de jovens participantes do Coral Palavra Cantada no município do Rio de Janeiro que chegaram à adolescência e se viram deslocados do universo da música infantil. Desde então, o grupo vem crescendo, se consolidando e expandindo horizontes, a partir do trabalho da equipe e do envolvimento dos jovens cantores, músicos e compositores, que recebem sua preparação artística de forma gratuita. Com a pandemia de COVID-19, os ensaios virtuais permitiram o intercâmbio cultural com outros coros nacionais e internacionais e através de um feliz encontro com a Alemanha, o COLORIDOS foi ganhador, ao lado do coro “Git on Boa’D”, do festival internacional INTERKULTUR 2020, na categoria de coro com acompanhamento.

 

PROGRAMAÇÃO

Sábado – 11/12

13h – Coro Aprendiz

17h – Orquestra Maré do Amanhã

 

Domingo – 12/12

13h – Coro Laboratório Juvenil do Rio de Janeiro

17h – Orquestra da Grota

 

Sábado – 18/12

13h – Coral Infantil da UFRJ

17h – Academia Juvenil da Orquestra Petrobras Sinfônica (AJOPES)

 

Domingo – 19/12

13h – Coloridos Coral

17h – Orquestra Jovem de Niterói com participação especial do Coro Aprendiz e do músico Sérgio Chiavazzoli

 

 

Natal no CCBB

Para completar a magia de Natal, o CCBB apresenta de 9 a 19 de dezembro o musical “O BOI E O BURRO NO CAMINHO DE BELÉM”. O espetáculo musical retrata o mistério da noite de Natal pelo olhar simples do Boi e do Burro. Personagens reais e fictícios se misturam à frente dos dois animais protagonistas, até que o Natal acontece.

Quinta a domingo, às 18h.

Texto: Maria Clara Machado; direção: Fernanda Vianna; direção musical: Ernani Malleta; elenco: Evandro Heringer, Leticia DiCássia, Danny Maia, Vinicius Bicalho, João Pedro Vasconcelos, Emanuelle Cardoso, Og Martins, Letícia Muniz, Carlos Morais, Dayvid Lucyan.

 

Sobre o CCBB

O Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro ocupa o histórico nº 66 da Rua Primeiro de Março, no centro da cidade, prédio de linhas neoclássicas que, no passado, esteve ligado às finanças e aos negócios.

No final da década de 1980, resgatando o valor simbólico e arquitetônico do prédio, o Banco do Brasil decidiu pela sua preservação ao transformá-lo em um centro cultural. O projeto de adaptação preservou o requinte das colunas, dos ornamentos, do mármore que sobe do foyer pelas escadarias e retrabalhou a cúpula sobre a rotunda.

Inaugurado em 12 de outubro de 1989, o Centro Cultural Banco do Brasil conta com mais de 30 anos de história e celebra mais de 50 milhões de visitas ao longo de sua jornada. O CCBB é um marco da revitalização do centro histórico da cidade do Rio de Janeiro e mantém uma programação plural, regular, acessível e de qualidade.  Agente fomentador da arte e da cultura brasileira segue em compromisso permanente com a formação de plateias, incentivando o público a prestigiar o novo e promovendo, também, nomes da arte mundial

O prédio possui uma área construída de 19.243m². O CCBB ocupa este espaço com diversas atrações culturais, como música, teatro, cinema e exposições. Além disso, possui Biblioteca, além de abrigar o Arquivo Histórico e o Museu Banco

 

SERVIÇO

FESTIVAL APRENDIZ MUSICAL

Data: 11, 12, 18 e 19 de dezembro

Horário: 13h (corais), 17h (orquestras)

Local: Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) – R. Primeiro de Março, 66 – Centro, Rio de Janeiro

Gratuito

Classificação livre

 

O Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro funciona de quarta a segunda (fecha terça), das 9h às 19h aos domingos, segundas e quartas e das 9h às 20h às quintas, sextas e sábados.

A entrada do público é permitida apenas com apresentação do comprovante de vacinação contra a COVID-19 e uso de máscaras. Não é necessária a retirada de ingresso para assistir ao Festival Aprendiz Musical.

Evento sujeito a lotação.