Gabriel Bandeira tem chances reais de faturar medalhas em Tóquio

Gabriel Bandeira

Os Jogos Paralímpicos é o maior evento esportivo do mundo envolvendo pessoas com deficiência. É neste cenário que atletas ultrapassarão as dificuldades e competirão no Japão. A delegação brasileira conta com um nome que mudou a sua vida recentemente, quando se tornou elegível para nadar entre atletas com deficiência intelectual: Gabriel Bandeira está há dois anos no movimento e fará a sua estreia nos jogos com possibilidade de subir ao pódio.

Atleta desde os oito anos no jiu jitsu, Gabriel Bandeira conheceu a natação dois anos depois. Entre 2011 e 2015 foi medalhista em várias provas e em 2016 ingressou no Minas Tênis Clube conquistando medalhas em provas de 100 e 200m em campeonatos metropolitanos, estaduais e nacionais. A sua história com o movimento paralímpico começou em 2019 quando o atleta cedeu ao seu próprio preconceito e realizou os exames necessários que apontaram a possibilidade de ser elegível.

A inclusão social do atleta melhorou de forma significativa passando inclusive por um processo de empoderamento. Com a possibilidade nas mãos, as mudanças na vida do paulista foram radicais. Trocou de cidade e de clube. Ele foi para Uberlândia treinar no Praia Clube sob a supervisão do coach Alexandre Vieira que está à frente do projeto de atletas paralímpicos há 14 anos.

“Fui acolhido de uma forma muito carinhosa por todos em Uberlândia e o meu rendimento está muito bom. Tenho o objetivo de trazer uma medalha para o Brasil para brindar todo o meu esforço”, afirmou.

Com novas perspectivas para sua carreira, ele fez a sua estreia em competição paralímpica em fevereiro de 2020 conquistando ouro em todas as provas, quebrando um recorde das Américas, quatro recordes brasileiros e nadando abaixo do índice técnico estabelecido para a participação nas Paralimpíadas de Tóquio.

No Japão, Gabriel Bandeira terá uma verdadeira maratona com seis provas na classe S14: Ele nadará os 100m borboleta, peito e costas; os 200m livre e medley além do revezamento 4x100m livre misto.