Game pernambucano de acessibilidade é 1º lugar em premiação cultural!

Game pernambucano de acessibilidade é 1º lugar em premiação cultural !

Guardiões da Justiça 1.0, é o nome do jogo feito pela equipe pernambucana Tangram Cultural, conquistou o 1º lugar no Prêmio Ayrton de Almeida Carvalho de Preservação do Patrimônio Cultural de Pernambuco. A equipe concorria na categoria Formação e teve o apoio do Memorial da Justiça de Pernambuco para construir um game inclusivo, destinado a crianças a partir dos quatro anos e pessoas com deficiências variadas. Criado para rodar tanto em dispositivos móveis (celulares Android, iPhone e tablets) quanto no PC, o game pode ser baixado, gratuitamente, nas principais lojas de aplicativos. A proposta também inclui atender pessoas de todas as idades com o Transtorno do Espectro Autista (TEA), transtornos de aprendizagem e/ou deficiência intelectual, visual ou auditiva.

Seu ponto de destaque fica na acessibilidade comunicacional. O jogo Guardiões da Justiça 1.0 conta com audiodescrição, Libras e legendas para surdos e ensurdecidos, além de oferecer narração em português e inglês.

No game, o jogador deve realizar tarefas para preservar e entrar no prédio do Memorial da Justiça, onde funciona a sede dos Guardiões. Dentro dele, conhecerá personagens do cangaço, frevo, capoeira e escravidão e percorrerá os 15 níveis de cada tema, realizando atividades e desafios onde aprenderá histórias e memórias que fazem parte do patrimônio cultural brasileiro.

Segundo os desenvolvedores, a ideia da criação surgiu a partir da necessidade de a equipe do Memorial de ter uma ferramenta que pudesse ajudar na mediação do museu com as crianças com deficiência.