Grupo Cencosud: inclusão com capacitação gera oportunidade para superar limites

Grupo Cencosud
No Grupo Cencosud Brasil, 4ª maior supermercadista do país, Pessoas com Deficiência (PcDs) são exemplos de que é possível ir além das dificuldades e chegar a posições de liderança no mercado. Com apoio de uma Política de Inclusão e Diversidade oficial da empresa, colaboradores com deficiência comandam equipes nas bandeiras de supermercado que a companhia opera no Brasil.

Entre os 1.139 PcDs que trabalham na Cencosud, há exemplos como o de Alexandre de Souza, há 15 anos na companhia. Cadeirante, vítima de paralisia infantil, ele lidera um grupo de 12 colaboradores na rede de supermercados Bretas, em Pedro Leopoldo (MG). Encarregado de depósito e mercearia, há tempos ele aprendeu a lidar com a deficiência, superar limites e aproveitar oportunidades.

“Aprendi a trabalhar sendo cadeirante. As caixas e o entre e sai do depósito não atrapalham o desenvolvimento do meu trabalho”, explica.

Ele revela que sempre se sentiu acolhido pela empresa e que teve oportunidades de crescimento, como todos os outros colaboradores.

“Não podemos nos colocar no patamar de deficientes e deixar de correr atrás das conquistas. Ter uma deficiência não significa que somos incapazes”, afirma.

No Rio de Janeiro, um dos casos de sucesso é o da gerente de perecíveis da loja do Prezunic em Benfica, na Região Central carioca. Com escoliose lombar, Edineide Nunes foi contratada em 2008. Doze anos depois, já soma quatro promoções no currículo.

“Entrei no Prezunic aos 19, como auxiliar de operações. Nesses 12 anos, passei a atendente, auxiliar administrativa, gerenciadora e, agora, gerente de setor”, comemora Edineide, que lidera cerca de 50 pessoas na loja, sendo dois PcDs. “Eu sempre falo para meus colegas que temos todas as condições de alcançar o sucesso profissional quando acreditamos na nossa capacidade e a empresa nos dá essa possibilidade”, diz Edineide.

Inclusão de surdos

Para tornar ainda mais equilibrado o processo seletivo, a Cencosud Brasil adotou um sistema de entrevistas de emprego na Língua Brasileira de Sinais (Libras) e possibilita a realização de um curso interno de Libras para todos os seus colaboradores. Quem celebra a iniciativa é Charles Santos. Com deficiência auditiva, ele está há 11 anos na rede GBarbosa, onde começou como empacotador, passou a repositor de frios e busca conquistar um cargo de liderança. Antes do emprego formal, Charles fazia “bicos” e alimentava o sonho de trabalhar formalmente em uma empresa.

“Eu tinha certeza de que conseguiria trabalhar com carteira assinada de verdade”, afirma Charles, que quer retomar os estudos para completar o 2º grau e continuar crescendo na profissão.

“Acreditamos que todos têm potencial para crescer e chegar a cargos de liderança, sejam pessoas com deficiência ou não. Na Cencosud, as oportunidades estão disponíveis. Temos vagas específicas para PcDs, mas todas as demais oportunidades também estão abertas para quem quiser se candidatar, independentemente de etnia, gênero, idade e condições físicas ou sociais”, afirma Jacqueline Fontes, diretora de Recursos Humanos da Cencosud Brasil.
O Grupo Cencosud opera no país desde 2007 com mais de 200 lojas e cerca de 24 mil colaboradores, presentes em oito estados (Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro e Sergipe), por meio das bandeiras GBarbosa, Bretas, Prezunic, Perini e Mercantil Rodrigues. Possui ainda um escritório administrativo na cidade de São Paulo.
Font Resize