Hoje o Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região divulga o resultado da 16ª edição da pesquisa anual

Hoje saiu o resultado da pesquisa da “Lei de Cotas: Trabalhadores com Deficiência no Setor Metalúrgico”. A divulgação aconteceu às 9h, na sede do Sindicato, na rua Erasmo Braga, 307, em Presidente Altino (Osasco/SP) e com transmissão pelo Facebook da .

Além do índice referente a 2021, a pesquisa trouxe uma série histórica do cumprimento da Lei de Cotas nas metalúrgicas da região de Osasco/SP. É uma referência para identificar o nível de compromisso com a inclusão e a responsabilidade social das empresas.
Neste ano, participam da divulgação: José Carlos do Carmo (Kal) – Coordenador do Projeto de Inclusão da Pessoa com Deficiência no Mercado de Trabalho da SRTb-SP , Valdirene de Assis – Procuradora do Trabalho, Coordenadora da Coordigualdade do MPT-SP, Coordenadora do Projeto Nacional de Inclusão de Jovens Negras e Negros do Ministério Público do Trabalho, além de empresas que fizeram parte da pesquisa.

A Lei de Cotas (artigo 93 lei 8.213/91) estabelece percentuais mínimos de contratação de pessoas com deficiências, que devem ser atendidos por empresas com cem ou mais trabalhadores, variando de 2 % a 5 % do quadro.
A pesquisa é elaborada com o apoio do Projeto de Inclusão da Pessoa com Deficiência no Mercado de Trabalho da SRTb-SP.