Implantes Eletrônicos permite que 3 pessoas paraplégicas voltassem a andar

Um grupo de neurocientistas suíços desenvolveu uma tecnologia capaz de devolver o movimento a pessoas com lesões na medula espinhal. Três pessoas com estas lesões conseguiram voltar a andar.

As 3 pessoas que ficaram paraplégicas depois de sofrerem acidentes de moto. E graças a apenas uma intervenção cirúrgica que implantou 16 elétrodos nas suas costas, voltaram a dar alguns passos.

Os participantes desta cirurgia perderam toda a capacidade de movimento nas pernas e tronco devido à ruptura completa da medula.

Numa operação de apenas 4 horas, médicos implantaram elétrodos que emitem pulsações elétricas sincronizadas que imitam os sinais que circulam ao longo da medula espinhal — que liga o cérebro aos membros inferiores. Os elétrodos são conectados a um sistema artificial próprio que produz os impulsos necessários para um individuo andar.