Lenín Moreno, o primeiro presidente cadeirante do Equador

A vitória foi anunciada em 4 de abril pelo Conselho Nacional Eleitoral equatoriano. As eleições aconteceram no dia 2 de abril. Foram dois dias de espera, mas a confirmação veio: Lenín estava eleito presidente do Equador. O socialista recebeu 51,16% dos votos.

Lenín Moreno tem 63 anos, foi vice-presidente entre 2007 e 2013, é licenciado em Administração Pública pela Universidad Central del Ecuador, casado e com três filhos. Em seu currículo, não podemos esquecer que em 2012 foi indicado ao Nobel da Paz.

Como vice, cirou diversos projetos visando a comunidade de pessoas com deficiências. O presidente passou a usar cadeira de rodas depois de uma tentativa de assalto em 1998. Um tiro nas costas o deixou paraplégico.

Desde então, além da vida política, Lenín Moreno escreveu livros sobre a importância do humor, da risada e piadas.

Lenín prometeu centrar-se na criação de 250.000 empregos e na construção de 325.000 casas anualmente. Quer simplificar o sistema tributário, promover jovens empresários e criar um plano de previdência para idosos não abrangidos pela previdência social.

Fonte: http://www.deficienteciente.com.br/lenin-moreno-e-o-primeiro-presidente-cadeirante-do-equador.html

Font Resize