LORY RIBEIRO: Mestre, pai, amigo… irmão do coração

Poucos conhecem o Administrador de Empresas Lourivaldo Ribeiro, de 62 anos. O esposo da senhora Maria Dóris. Mas muitos conhecem o Lory Ribeiro. O professor. O mestre. O paizão Lory.

   

Ele é conhecido carinhosamente como Lory da ADD. O Lory do Magic Hands. O Lory que tem um coração enorme e difícil de descrever o quanto de carinho e amor já direcionou aos amigos e amigas que tiveram a felicidade de conviver ao seu lado.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Humildemente pede para tratar as pessoas como irmão. É claro que é uma enorme alegria chama-lo também de irmão. Assim foi durante o tempo que gravamos com o Lory essa matéria. Na verdade, um “tributo” a esse “guerreiro”.

Podemos dizer que a vida de Lory se divide em duas etapas. A segunda começou aos 23 anos de idade, após reagir a um assalto, quando se tornou paraplégico.

Dali em diante, ao lado da sempre companheira Maria Dóris, foi vencendo etapas, barreiras e obstáculos muitas vezes insuperáveis, mas a calma e a tranquilidade peculiar do Mestre Lory derrubou todos, sempre !

Além de um desportista nato, até hoje brinca que vai a academia correr atrás do prejuízo e dos quilos a mais, é professor de música há mais de 30 anos. Mas talvez a música que todos gostariam de oferecer a ele seria a trilha da vitória.

Uma vitória nunca singular. Lory nunca esteve sozinho em suas vitórias. Sempre levou ao topo do ranking da vida pessoas que tropeçavam e precisavam de uma mão amiga e do ombro de um pai… um paizão como ele.

Lory não consegue nem contar quantos “filhos” ganhou em sua trajetória de vida. Afinal, junto com a esposa Maria Dóris foram adotando crianças, adolescentes, famílias que precisavam de apoio. E assim Lory hoje relembra com carinho várias histórias. São capítulos de sua vida que caminhou – com sua cadeira de rodas – rumo à vitória. Deu nova vida para quem não tinha mais vontade de viver. Deu sentido aqueles que viram suas vidas mudarem do dia para a noite. Deu palavra de apoio e incentivo quando necessário. Foi o “pai” presente em todos os momentos.

Hoje falar do Mestre Lory é bastante difícil. É uma das pessoas – com toda certeza – mais querida dentro do esporte paraolímpico brasileiro. E dentro da vida de muitas famílias também. Ele não esteve ao lado apenas dos atletas… Sempre esteve ao lado do bem. O bem que salvou vidas !

O esporte… Ah o esporte era um detalhe… O detalhe que fez de muitas vidas questão de honra. Muitos hoje sobem aos pódios e lembram-se das lições dadas pelo Mestre Lory.

Participou – ao lado do grande Steve Dubner – em 1997 da criação da ADD. As “mãos mágicas” se tornaram o Magic Hands. Vestiu a camisa de jogador por 2 anos. Mas veste a camisa do sucesso desses atletas até hoje. Com coragem conseguiu ser o primeiro Presidente de um Clube a remunerar esportistas com deficiência. Presenteado pelo dom de liderar com carinho e amor, além do basquete em cadeiras de rodas incentivou atletas em outras 10 modalidades. Do seu incentivo, hoje o Brasil se orgulha de campeões na natação, atletismo, golfe e tantos outros esportes paralímpicos.

Ao chama-lo de senhor, Lory logo diz: “o Senhor está no céu e dentro dos nossos corações”. Realmente para ele, esse Senhor tem dado energia de um jovem. Longe das quadras, permanece próximo a outras grandes missões. Atua diretamente nas Secretarias Municipal e Estadual da Pessoa Com Deficiência em São Paulo, na Casa Adaptada, no Fórum de Inclusão do M’Boi Mirim, Cejam, na Fundação Getúlio Vargas, Talento Incluir, Cadevi, Entre Rodas e Batom e outras demais.

Diariamente milhares acessam o www.deficientesaudavel.com.br. Esse é outro projeto com a participação do Lory. Ele é coordenador do Programa Deficiente Saudável. Também escreveu a Cartilha de Orientações a Pessoas com Deficiência e seus Familiares, que é distribuída gratuitamente nas redes públicas de saúde.

Há 40 anos o Mestre Lory está paraplégico. Desde a fundação da Revista Reação ele foi um parceiro sensacional nesses 22 anos de publicação. Em todos os momentos esteve ao lado das ações que pudesse unir pessoas. E nada mais justo que nesta edição, junto com várias outras pessoas, tenhamos a oportunidade de prestar esse “tributo” ao amigo Lory Ribeiro.

Vejam as homenagens de amigos queridos, parceiros, “filhos” desse Mestre da vida:

“O Lory é uma pessoa do bem, simplesmente 100 % do bem, se um dia você quiser ganhar na Mega-Sena é só se aproximar do Lory e observar, não precisa nem conversar, apenas observe e absorva,  ele simplesmente vai lhe ensinar que a forma como escolhemos olhar para o mundo, cria o mundo que vemos”.

Steven Dubner – Florianópolis/SC

Palestrante e Fundador do ADD e Magic Hands

 


“Faz 13 anos que conheço o Lory e ele foi um ser enviado por Deus em minha vida. O carinho e amor que tenho pelo Lory é imenso. É um amor diferente. Um amor colocado por Deus em meu coração. Esse Homem é uma pessoa maravilhosa. Eu aprendi tudo o que sei hoje em dia através da minha deficiência através dele. Sou muito grato pelo  apoio e  carinho que ele tem por mim. É uma pessoa que torce pela minha felicidade e que eu consiga realizar meu objetivo. Em horas de tristeza sempre procurei o Lory e com poucas palavras meu coração se enche de alegria. Eu tenho tanto carinho por ele que considero ele como um pai para mim. Desejo tudo de bom para ele porque ele é uma pessoa muito humana e de bom coração”

Lucas Valde Marciano De Oliveira – Osasco/SP

Jogador de Golfe


“Quando se trata do Lory posso dizer que é meu irmão do coração. O Lory é um cara fenomenal. Um sujeito super do bem. Tenho um carinho imenso por ele. É uma das pessoas que mais admiro. É uma pessoa iluminada. Tem uma característica muito especial que é uma preocupação com o próximo. Com o bem-estar das pessoas. Faz um trabalho sensacional para a reabilitação das Pessoas Com Deficiência. Nunca as dificuldades o abateram. Percebo que ele faz de tudo para que as pessoas não passem por dificuldades. Ele procura suavizar as dificuldades para as pessoas. Ele deixa um legado. Uma história. O Lory é um filho especial de Deus”

Fábio Souza – São Paulo/SP

Ex-jogador de basquete em cadeira de rodas

 


“O Lory sempre ajudou todo mundo. Ele nunca abaixou a cabeça. O que ele ensina para as pessoas é algo maravilhoso. Ele é muito especial. Sofri um acidente em 1986. Foi quando conheci o Lory. Comecei na natação. Ele me passou suas experiências e vivência. Aprendi demais com ele. Para mim ele tem uma importância muito grande. O Lory me ensinou a ter garra e ser capaz. Tenho muita gratidão. Muito respeito pelo ser humano maravilhoso que ele é. Ele é essencial na vida de muitos que estão ao lado dele”

 

Gilmara Sol – Pirassununga/SP

Ex-paratleta de natação


“Falar do Lory parece ser bom demais para ser verdade. Sou um fã incondicional. É uma pessoa que me ajudou na formação no esporte e o que o esporte vem trazendo para o meu dia. Ele sempre trabalhou muito. Muita justiça. Sempre brigou muito pelo ADD. Ele sempre foi muito receptivo. Convivi em momentos familiares. Sempre tive as portas abertas pelo Lory. Tenho o Lory como referência. Tudo o que vier a fazer ou falar sobre o Lory é muito pouco. Os exemplos do Lory são maravilhosos. Admiro demais o Lory”

Fernando Aranha Rocha – Cotia/SP

Atleta Paralímpico

 


“Conheci o Lory na fundação da ADD, junto com o Steve e para mim foi muito importante. A maneira do Lory tratar as pessoas é muito especial. É uma pessoa extremamente preocupada com o outro. Lembro-me do projeto de abrir um Centro de Reabilitação. Era um sonho. Parecia incansável. Anos depois realizou o sonho, ajudando milhares de pessoas. Ele é muito especial. Pensa demais nos outros. Ele veio ao mundo para ajudar as pessoas. Nunca buscou ajuda para si. Sempre buscou ajuda para os outros”

Eliane Miada – São Paulo/SP

Diretora da ADD

 


“Falar sobre o Lory é muito difícil. Eu amo o Lory. Tem tantas histórias lindas para contar. Lembro-me de quando fazia natação e ele sempre ouvia todos com tanto carinho e atenção. Ele nunca dizia não. Quando eu mais precisei, ele foi a pessoa que me ouviu. Ajudou-me no que pode, mesmo eu estando distante dele. O Lory é uma pessoa muito especial. É um ser humano sensacional. Uma pessoa muito querida. Tem um coração maior do que ele. Se preocupa com todos. É muito bom sempre ter o Lory por perto. É um anjo perdido aqui na terra. Sinto por ele um amor de irmão”

Isabel Cristina McEvilly – Califórnia/USA

Ex-atleta de natação


“Meu grande amigo Lory, meu Paizão !  Quanta história temos para contar…

Muita correria fizemos juntos para que pudéssemos treinar e jogar o nosso basquete em cadeira de rodas. Mas também aprendi muito com você sobre a vida, como lidar com as pessoas, trabalhar em equipe e também a me valorizar ! Até voltei a estudar depois dos seus conselhos. Foram vários anos que tive o privilégio de conviver com essa pessoa maravilhosa, meu grande amigo Lory ! Você merece toda a homenagem do mundo !

Forte abraço do seu garoto.

José Adilson da Silva – São Paulo/SP

Ex-atleta basquete em cadeira de rodas


“Falar do Lory é fácil, pois só tem coisas boas. Conheço há uns 20 anos.

Ao chegar à ADD eu era muito tímida, pois tinha passado por um trauma devido um acidente de trem e tanto o Lory, quanto o Steven, como costumo dizer, eles devolveram a minha vida. Ele sempre carinhoso, sempre com uma palavra de conforto.  Então me apaixonei pelo ser humano que é. O abraço dele me transmite uma paz. Sentia-me protegida. Só no olhar dele já sinto aquele carinho de pai. De amigo verdadeiro. Ele faz parte da minha vida. Ele faz parte de todas as minhas conquistas. Eu só tenho que agradecer a Deus por ter colocado na minha vida uma pessoa como o Lory.  Gratidão eterna. Vou usar as palavras do Steven: Lory – I Love you”

Lina de Souza – São Paulo/ADD

Ex-paratleta


“Desde que criei a Revista Reação, há 22 anos, o Lory foi uma das primeiras pessoas que conheci, ao lado do Steven Dubner. Nós temos um carinho mútuo um pelo outro e nos vemos até muito pouco, menos do que eu gostaria pela admiração que tenho pelo Lory. Ele acompanha a revista e eu o acompanho também nessas duas décadas, mesmo de longe às vezes, apesar de militarmos na mesma esfera, na mesma causa… O Lory sempre está com a Revista Reação em tudo: na REATECH (quando ainda era minha), na Mobility & Show, em todas as festas e eventos que a revista promove. Nos encontramos sempre, mas ainda é pouco. O Lory é um ser humano que faz bem, alimenta nossa alma de amor. Admiro muito não só o homem, o ser humano, mas o profissional que ele é também. Obrigado amigão por fazer parte de nossas vidas… precisamos nos ver mais !”

Rodrigo Rosso – São Paulo/SP

Diretor/Editor – Revista Reação / Mobility & Show / presidente da ABRIDEF


“Conheci o Lory em 2011, logo depois de sofrer um acidente. Tinha 11 anos. Amputei as duas pernas abaixo do joelho. Conheci o Lory ainda no hospital. Desde então ele me adotou. Me ajudou muito. Sempre me incentivou a tudo. Foi ele que me apresentou ao esporte adaptado. É uma pessoa de um coração incrível. Sempre me tratou como se fosse um filho. Hoje, com 18 anos devo muito a ele. Estou na Seleção na Brasileira de Atletismo e devo tudo isso a ele. Sou muito, muitíssimo grato a ele. Se não houvesse o Lory em minha vida eu não sei ao certo o que estaria fazendo”

Mateus Nascimento – São Paulo/SP

Atleta Paralímplico