Mães denunciam: Governo de SP abandona famílias de pessoas com deficiência

A LIVE SEMANAL da TV e Revista Reação, exibida pelo Youtube e Facebook na tarde desta quinta-feira, 18, abordou os problemas de famílias paulistas de pessoas com deficiência que enfrentam as dificuldades criadas pela Secretária de Estado da Saúde na entrega de alimentação parenteral, fraldas infantis e geriátricas, medicamentos, equipamentos, suprimentos e outras necessidades básicas para o dia a dia.

Muitas famílias, mesmo possuindo LIMINAR JUDICIAL, enfrentam esse grave problema. Participaram da transmissão do SISTEMA REAÇÃO Maria de Fátima Silva Lima, pessoa com deficiência física (esclerose múltipla) e mãe da Viviane Aparecida de Lima, 27 anos; Lídia Costa – com miastenia por mutação genética; Gersonita Pereira de Souza, mãe da Larissa Pereira de Souza Chaves, 27 anos; Patricia Ferreira Miranda, mãe do Willian Ferreira de Oliveira, 27 anos, possui mucopolissacaridose tipo 3 A – conhecida como sanfellipo; Luciana Ramos, mãe do Bruno Ramos Taconelli, 26 anos, tetraplégico e com leucodistrofia sudanofila de pelizaeus merzbacher; Jacqueline Mesquita Galvão, mãe da Raphaella Mesquita Galvão, de 10 anos e Vanessa Mauricio, mãe da Ana Clara Maurício, 11 anos com paralisia cerebral.

O Departamento de Jornalismo do SISTEMA REAÇÃO informou a diferentes órgãos estaduais sobre o conteúdo da transmissão. Tomaram conhecimento das denúncias, através das Assessorias o MINISTÉRIO PÚBLICO DE SÃO PAULO / NÚCLEO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA; DEFENSORIA PÚBLICA DE SÃO PAULO – NÚCLEO ESPECIALIZADO DA PESSOA IDOSA E COM DEFICIÊNCIA; SECRETARIA ESTADUAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA; SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO E IMPRENSA DO GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO; COMISSÃO DE DEFESA DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA DA OAB/SP; SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE DO ESTADO DE SÃO PAULO E A DEPUTADA ESTADUAL VALÉRIA BOLSONARO – PRESIDENTE DA FRENTE PARLAMENTAR DE DEFESA DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE SÃO PAULO.

Durante toda a transmissão as famílias aguardaram algum pronunciamento das autoridades sobre os problemas denunciados, entretanto até o fechamento desta matéria não aconteceu nenhuma manifestação. As famílias vivem a expectativa de que o Estado cumpra com o dever de atender as pessoas com deficiência.

Luciana Ramos já registrou até mesmo um Boletim de Ocorrência, em dezembro de 2020, na Polícia Civil de São Paulo. “Tenho processos que não estão sendo cumpridos a meses pela Secretaria Estadual de Saúde. Quero que o Secretário Estadual responda porque não está fornecendo os itens que constam nos processos , sendo que é ordem judicial. Compareci, mais uma vez, no Posto de Saúde e me informaram não ter previsão para receber os itens que estão faltando”.

Boletim de Ocorrência

As denúncias também foram feitas pelos comentários de pessoas que acompanharam a LIVE.

Ana Lucia
Eu sou mãe do Guilherme Ferreira com paralisia cerebral tem 19 anos fraldas para ele é difícil já fiz várias reclamações na ouvidoria na sub prefeitura vem poucas não o suficiente e qdo querem o levetiracetam no alto custo também não é todo mês que vem
Falta até óleo mineral

Ledinildo Severino
O meu filho Cristian tem 13 anos e pesa 13 kg. Ele não ganha peso porque dieta mais calórica não faz digestão. O organismo dele só suporta 1.0 ou 1.2 de caloria. A dieta dele e a peptamen junio que custa 200 reais

Nice Conceição
Sou mãe da Kamilly Eduarda da Conceição. Ela também recebeu essa dieta que é de baixa caloria. Corri o risco da criança ficar desnutrida. Sem falar que tem criança que só pode comer o fortine. Como vai ficar essa criança? Isso é uma falta de respeito com o ser humano. Nossos filhos são igual a qualquer outra criança.

Ângela Sandra
Boa tarde !!! Eu dei entrada na dieta do meu filho desde novembro. Foi aprovada, porém não foi liberada. Eles alegam que estão em processo de aquisição ! Absurdo !!!

Salete Reis
Os postos dos Amas só socorrem o básico. Não faz exames mais específicos e não tem medicamentos.

Cristiane Souza
Muito obrigada por nos ouvir, por dar voz a nós que estamos esquecidas e desesperadas. Somos mães que pedem SOCORRO pelos nossos filhos que não falam.

Cristiane Melo Lima
Boa tarde. A dieta do meu filho foi negada. 😭 Ele é acamado. Tem desnutrição crônica. Tenho laudo e receita que comprove tudo

Font Resize