Maria de Regino: Histórias Inesquecíveis e Experiência Garantida

Seu interesse pela literatura começou desde o momento em que sua família começou a ler para ela. Sueli Maria de Oliveira Regino conta que seu primeiro livro preferido, aos 4 anos de idade, foi A Bonequinha Preta, sendo por meio dele também em que ela aprendeu a ler.

“Foi lendo mesmo. Nós gostamos de literatura lendo. Eu sou uma leitora da vida inteira especialmente da mitologia grega”, conta. Primeiramente, a autora quis trabalhar com artes, e, por ser apaixonada por Leonardo da Vinci, sua carreira começou nas artes plásticas na Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

“Minha carreira começou desenhando. Depois, veio o desenho de adereços para figurinos, me levando para o teatro, onde comecei a escrever. Foi ali – no teatro – que ganhei os primeiros prêmios. Depois, me mudei para Goiás que, na época, não tinha quase nada. Com dois prêmios na dramaturgia, eu comecei a escrever romance, minhas primeiras novelas juvenis”, relembra Maria Regino.

A escritora, que é professora doutora em Letras e Linguística na Universidade Federal de Goiás (UFG), também realiza um trabalho destinado a crianças e adolescentes surdos e cegos. “A Bibliolibras é uma biblioteca on-line,  o meu grande orgulho, onde adaptamos as obras”, finaliza Maria.

Com apoio do Fundo de Arte e Cultura de Goiás e da Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte, a escritora Maria de Regino está publicando e divulgando sua obra para crianças e jovens em forma de e-books e audiolivros. A novidade é que esses livros estarão disponíveis em um site, o que facilitará o acesso dos leitores, sua comunicação e interação com a autora, que foi finalista do Prêmio Kindle/Amazon/Nova Fronteira de literatura em 2019. 

A proposta do projeto é reunir toda a obra de Maria de Regino, que conta, atualmente, com 15 contos infantis, 8 novelas juvenis, e vários textos traduzidos e adaptados, como a Odisseia, de Homero; teatro infantil de Federico García Lorca e Contos dos Irmãos Grimm. As adaptações dos contos dos Irmãos Grimm, também estão disponíveis em Libras, na Bibliolibras, uma Biblioteca Infantil e Juvenil Bilíngue, Libras/Português, que também foi criada por Maria de Regino, com o apoio da Secretaria de Educação e Cultura do Estado de Goiás (SEDUCE) e do Fundo de Cultura do Estado de Goiás. As pessoas interessadas que se cadastrarem pelo site, receberão gratuitamente, cinco livros literários juvenis da escritora.

Entre as obras de Maria de Regino que serão publicadas no formato de audiolivros, está Vento Norte, uma novela do gênero fantástico, onde Rodrigo, o protagonista, ao enfrentar o mistério da morte, começa a compreender algo maior: a magia da existência; Depois do caos, ficção científica, conta a história de um possível futuro, onde um garoto que sai das “áreas protegidas”, em busca da mãe, e descobre um mundo devastado, e grupos de pessoas lutam, desesperadamente, para sobreviver; Planeta Eros, um texto que reconta, em forma de ficção científica, o antigo mito grego de Eros e Psykhé, que chegou até nós na forma de contos tradicionais como “A bela e a fera”, “Jardim de verão, jardim de inverno”, entre outros; Três luas de verão e uma figueira encantada, texto finalista do Prêmio Kindle 2019, onde um garoto, inspirado na Odisseia de Homero, aprende a enfrentar os seus medos mais profundos e com coragem, lutará por sua família e por seu futuro. 

O objetivo da criação dos audiolivros é ampliar o alcance das obras da escritora, especialmente nas escolas, entre professores e alunos do ensino fundamental e médio, considerando que grande parte de seu público é formado por crianças e adolescentes. Esses leitores terão acesso aos livros (e-books e audiolivros) pelos celulares, tablets e notebooks. A previsão é de que os novos formatos alcancem escolas em todo o Brasil e em países de língua portuguesa. Os audiolivros promoverão a acessibilidade de alunos com deficiência visual. Pelo site, os alunos surdos terão acesso aos textos da Bibliolibras e à série A Hora do Conto, com roteiro e locução da escritora Maria de Regino, produzida pela TV UFG e TVE. 

O site possibilitará o contato entre escolas (professores e alunos) e a escritora, com espaços para respostas às perguntas mais frequentes dos leitores;

apresentação da autora; Book trailers, com uma leitura de parte dos livros; uma “galeria” que reunirá os desenhos e as fotos dos leitores; apresentação de cada livro da autora, com trechos das obras. 

Ao investir em projetos como esse, o Fundo de Arte e Cultura do Estado de Goiás tem como objetivo a promoção da arte goiana. Foi observado, na área da produção cultural, uma tendência migratória para o meio digital e este projeto busca acompanhar essas novas tendências, atualizando os meios para que essas obras de Literatura Infantil e Juvenil possam alcançar novos leitores, incluindo jovens surdos e com deficiência visual.

Os interessados que se cadastrarem no site www.mariaderegino.com.br durante os próximos 15 dias receberão em primeira mão informações e alguns dos audiolivros gratuitamente. 

Website: http://www.mariaderegino.com.br

Fonte: OHOJE e Terra