Mineira vence o concurso nacional Miss Cadeirante

Karen Aguiar, de 22 anos é a Miss Cadeirante 2020. Ela é de Belo Horizonte e foi a ganhadora do concurso nacional que foi criado com o objetivo de dar visibilidade a mulheres que usam cadeiras de rodas. Segundo Lu Rufino, idealizadora do evento, o objetivo do concurso é excluir qualquer tipo de preconceito. “Queremos mostrar à sociedade brasileira a beleza que cada um tem e que deficiente é o olhar preconceituoso”.  A Miss Cadeirante foi criando em 2017 com 15 participantes, e neste ano teve representantes de 19 estados brasileiros.  

Segundo a organização do evento, participaram do concurso 157 cadeirantes de 19 estados diferentes do Brasil.

A vencedora da Miss Cadeirante 2020 estuda psicologia, faz mergulho, pratica pilates e aulas de dança. É apaixonada por esportes. Já saltou paraglider.

“Ser cadeirante não é fácil, não é barato, é muito complicado. Mas sei que eu posso tudo. Aliás, todo mundo é capaz de tudo. Basta querer!” afirma a Miss Cadeirante 2020.

Aos 8 anos Karen perdeu os movimentos das pernas, quando teve um tumor primitivo neuroectodérmico, conhecido também como PNET na coluna. A doença causou uma lesão na medula óssea! “Precisei reaprender a viver, só que em cima de uma cadeira de rodas”.

“Como vencedora do concurso, eu quero dizer para todas as mulheres que só um rosto bonito não adianta. Você pode casar, pode ficar solteira. Pode ter filho, pode não ter filho. Você pode ser o que quiser. Só precisa mostrar que é capaz. Só precisa querer”, afirma a mineira de Belo Horizonte.