Ministra Damares Alves visita a Assembleia Legislativa do Estado São Paulo

Paulo Chuchu, Carlão Pignatari, Valeria Bolsonaro, Damares Alves, Tenente Nascimento e Gil Diniz | Foto: Carol Jacob

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, visitou a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo na última semana e participou de atividade da deputada Valéria Bolsonaro (sem partido).

Damares foi recebida pelo presidente da Casa, deputado Carlão Pignatari, assinou o Livro de Ouro da Assembleia -um livro de presença destinado a autoridades e personalidades – e recebeu de lembrança uma miniatura do Monumento das Bandeiras, localizado em frente ao Palácio 9 de Julho.

Na videoconferência organizada pela deputada Valéria Bolsonaro com vereadores de municípios paulistas, a ministra reforçou a ideia de políticas para pessoas com deficiências e suas famílias. A Assembleia tem uma frente parlamentar, coordenada pela deputada Valéria, para cuidar do tema.

“A ministra veio aqui hoje para nós, juntas, conversarmos com esses vereadores e dentro da câmaras municipais nós colocarmos palestras, parte jurídica, toda a parte de conhecimento, capacitação, levar para as famílias o conhecimento dos direitos que elas possuem, o amparo, e trazer luz para essas pessoas que ficaram tanto tempo à margem da sociedade”, afirmou a parlamentar.

A ministra Damares reforçou a necessidade de dar apoio às famílias de pessoas que convivem com essas condições. “Nós precisamos ter políticas públicas para todas essas famílias. A mãe que está fora do mercado de trabalho, essa mãe não tem que ter acesso a uma educação a distância, não tem que estar qualificada, tem que ter acesso ao mercado de trabalho pelo home office, como é que estão as empresas que têm pais com crianças com doenças raras, elas estão se adequando a essa família?”. “Então essa frente parlamentar vem para fazer essas discussões que permeiam a pessoa com deficiência e a pessoa com doença rara”, disse.

Durante a videoconferência, a responsável pelo ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, sugeriu aos vereadores que divulguem nos comércios, em locais públicos, o ?Disque 100?, canal de denúncias de casos de violência contra pessoas com deficiência, além de outras ações práticas de apoio a esse público.

A deputada Janaína Paschoal (PSL) e os deputados Gil Diniz (sem partido), Major Mecca (PSL) e Tenente Nascimento (PSL) também acompanharam a ministra na visita à Assembleia.

Comunicação Social da ALESP

Font Resize