“Mulher com deficiência, sofreu violência? Põe no B.O.!”

cartão com fundo amarelo, letras pretas. Texto: Mulher com deficiência, sofreu violência? Põe no B.O.! imagem de carimbo e logo da Frente Nacional das Mulheres com Deficiência

Desde 2019, os formulários de Boletim de Ocorrência (B.O.) nas delegacias deveriam trazer o campo para declarar deficiência em caso de violência, e até agora nada…

Para exigir que a lei seja cumprida, a Frente Nacional das Mulheres com Deficiência (FNMD) lançou a campanha “Mulher com deficiência, sofreu violência? Põe no B.O.!”

Com isso, além de garantir que o recorte deficiência entre nas estatísticas que vão gerar políticas públicas, a Frente pretende estimular as mulheres que sofrem violência a fazerem a denúncia.

Saiba mais: http://www.inclusive.org.br/arquivos/32282