Não basta ter beleza, é fundamental estudar !

A frase já é conhecida: todo mundo quer ser tratado como diamante, porém, são poucas as pessoas que aceitam ser lapidadas.

Assim, como em qualquer profissão, ser modelo faz parte de um mercado de trabalho e como tal, têm suas exigências e a principal é a qualificação específica. Isso mesmo ! É preciso estudar ! Muito além de ter um rosto fotogênico, medidas que são pré-determinadas pela indústria da moda, sem a preparação adequada nada acontece, nem mesmo o agenciamento.

O sonho mais comum é ser modelo fashion: desfiles em passarelas e editoriais de moda. O mundo da moda está ficando cada vez mais democrático e abrindo espaço para diversidade, logo o corpo aceitável é justamente o existente.

A expressão corporal é ferramenta de trabalho e um bom curso de teatro pode ajudar no processo, mesmo não querendo ser parte das artes cênicas, saber fazer “caras e bocas” são requisitos para passarelas e diversos editoriais, sejam eles moda ou comercial (publicidade). Uma ressalva, modelos que fazem comerciais de TV são atores, por isso a necessidade de curso de teatro profissionalizante é obrigatório.

Trate a carreira de modelo como um verdadeiro emprego. Pessoas que não levam esse mundo a sério têm pequenas chances de sucesso. Compreenda que a área é mais difícil do que parece e que há muito trabalho por trás de todo o glamour e brilho mostrados pela mídia. Ser modelo é uma ocupação de tempo integral e requer persistência e dedicação constante.

O preconceito está dando lugar para oportunidades para quem de fato luta para conquistar esse mercado de trabalho. Os aparelhos ortopédicos estão sendo reconhecidos como acessórios de moda. Eles precisam sempre estar em bom estado de conservação.

Carolina Vieira, paraplégica, ensaio fotográfico em João Pessoa/PB

Seguir essa carreira é, acima de tudo, um estilo de vida. Praticar esportes, frequentar academia, cuidar do corpo e da aparência. Também  ter uma alimentação saudável, beber água, evitar bebidas alcoólicas e não fumar.

Ao decidir embarcar de cabeça na carreira de modelo é preciso atentar para um detalhe importante: a partir do momento em que começa a trabalhar para uma agência, é como se você fosse uma empresa e, como toda empresa, é importante ter organização e disciplina. Isso inclui cumprir rigorosamente com os horários agendados, conversar corretamente, nunca mentir, ficar atento às oportunidades que aparecerem e ter uma ótima relação com agência (saber trabalhar em equipe) e os clientes.

Cito ainda uma observação importante quanto aos encontros com clientes: não exagere na maquiagem, pois eles querem ver como você realmente é e não como pode ficar. Para as meninas, passe o básico de maquiagem: um batom claro, máscara de cílios, pouco de blush e dê preferência por esmaltes com tons claros. Um curso de auto maquiagem é importante. Para os meninos, se necessário, apenas uma base de pele, cuidado com a barba, pois deve estar bem feita, cabelos com um corte e unhas também sempre bem cortadas. E, para ambos, nada de exageros no look. Leia tudo sobre moda, sites, revistas especializadas e um bom consultor de imagem pode dar dicas do que fica melhor no seu tipo físico. Procure por um profissional de forma que possa oferecer um serviço personalizado ou workshop.

Outro curso que pode ajudar no processo de qualificação é a dança. A dança proporciona leveza do corpo sem contar que para fotografar irá dar mais criatividade e maiores possibilidade de poses.

Caroline Marques, modelo com paraplegia em São Bernardo do Campo/SP

Essa é uma profissão que vive em competição, então é muito comum se ouvir mais um não do que um sim, por isso estejam preparados. Aqui cabe uma ajuda psicológica. Não é aconselhável fazer book sem ao menos ter uma noção do que esse mercado de trabalho necessita. A imagem é a ferramenta de trabalho,  então estude, pesquise, treine na frente do espelho e quando estiver confiante, faça o material fotográfico para apresentar aos clientes, caso não queira trabalhar com nenhuma agência. Se optar por trabalhar com uma agência, o material fotográfico é feito após agenciamento.

A partir do momento que for agenciado, mudar o visual não é um processo que pode ser feito quando tiver vontade. Avise antes e busque sugestões que são apropriadas com o tipo físico. O material para apresentação ao cliente deve ser sempre atualizado.

Caso o seu objetivo seja apenas aparecer e buscar a tal “fama” use as redes sociais. Crie um site/blog, mesmo que simples e poste suas imagens. Só tome cuidado para não se expor de forma vulgar, quem usa a Internet com essa finalidade deve estar preparado para receber as criticas que podem vir de forma negativa. Não deixe que opiniões contrárias abalem sua autoestima.

O investimento para essa profissão é alto. Mesmo não atuando nesse campo de trabalho, manter aparência com academia, salão de beleza, dentre outras, além dos cursos e manutenção dos aparelhos ortopédicos, que fazem parte da qualidade de vida, devem ser constantes. Outro investimento é de tempo. Nada acontece de um dia para outro. Nunca é garantido trabalho imediato.

Pode-se afirmar que ser modelo é mais que sorte, mas depende muito de atitude e determinação, isso corresponde a 50 % da etapa. Os outros 50 % depende das escolhas feitas pelo cliente. Cuidado com as falsas promessas de uma carreira relâmpago. Se você realmente fez sua escolha, corra atrás do seu sonho e não desista !