Não se ganha a guerra sem sair da trincheira!

Essa frase que dá o título a esse editorial não é minha. É do ilustre veterano e excelente jornalista e comentarista político Augusto Nunes – Rádio Jovem Pan e TV Record – que sabiamente consegue passar de forma isenta e clara, tudo o que vem acontecendo com o Brasil nos últimos tempos, principalmente depois da eleição do presidente Bolsonaro. Se puderem – fica a dica – ouçam os comentários dele e reflitam. Vale a pena !

            E amigos, foi isso que fiz quando ouvi essa frase: “não se ganha a guerra sem sair da trincheira” ! E ele tem razão. A melhor defesa numa guerra é o ataque e para isso, temos que sair da comodidade e da segurança da trincheira e enfrentar o inimigo de frente, mesmo que ele seja totalmente desconhecido e invisível a olho nu, como o Coronavírus.

            Já se passaram 6 meses de Pandemia e nosso País, por ter se encolhido boa parte desse tempo “dentro da trincheira”, está colhendo frutos amargos que a Covid 19 vai deixar, não só na saúde, mas eu diria até, principalmente, na economia – que mais cedo ou mais tarde se refletirá na saúde também. A grande mídia só dá notícias de mortos, de contaminados pelo vírus… poucos falam de quantos se recuperaram – e foram muitos, graças ao nosso Sistema Único de Saúde – acreditem se quiser. Por pior que seja, na maioria dos outros países não existe um SUS e todos os doentes caem na rede privada, muitos deles morrendo por não terem como pagar o tratamento que aqui, a maioria da população recebeu e recebe de graça. Mas e depois ? O que a forma de tratar a pandemia adotada pelos nossos governantes fez com a economia ? Será que nós sabemos quantas pessoas adoeceram ou tiraram suas próprias vidas por conta da falência e do desemprego ? Esses números tem que ser levados em conta assim como os do coronavírus. Até a própria OMS já se rendeu e concordou dizendo que saúde e economia caminham juntas sim ! Não se pode tratar de um problema em detrimento do outro e no Brasil fizemos isso.

            Se o vírus se dissemina mais no inverno, porque num país tropical tivemos que fechar todo o comércio, empresas e escolas em pleno verão ? E qual a explicação de reabrir praticamente tudo assim que o inverno e o frio chegaram ? Tem lógica ?

            Infelizmente sim. É uma pena, mas a lógica dos governantes brasileiros não está na proteção do povo e sim, na oportunidade de desvio de verba pública de maneira fácil e sem licitação que um estado de pandemia permitiu fazer. Basta ver os casos de hospitais de campanha construídos a valores milionários e que sequer foram erguidos em muitos casos e outros que foram, nenhum foi utilizado em sua capacidade média sequer. Basta ver os desvios na compra de equipamentos, respiradores, EPIs, até mesmo máscaras ? Onde foi parar tanto dinheiro público se nos hospitais os verdadeiros heróis dessa guerra – os profissionais da saúde – em muitos casos tiveram que improvisar até sacos de lixo de plástico como aventais para atender os pacientes de forma precária e sem recursos que, mesmo repassados aos estados pelo governo federal, quase nunca chegaram na ponta, se perdendo no caminho, desviados por “servidores públicos”, que na verdade, só servem aos seus próprios interesses. Uma vergonha !

            Mesmo assim, 6 meses depois, aos trancos e barrancos, com corrupção e desvios, desemprego e falências o Brasil vai começando a se reerguer. Mas só começou depois que o povo cansou e deu um “basta” na hipocrisia e começou, por si só, sair devagarinho da trincheira e com as poucas armas que tinha ao seu alcance – máscaras e álcool gel, distanciamento quando possível – enfrentar o inimigo de frente !

            O brasileiro é guerreiro. E se tem uma coisa para que essa pandemia também serviu, foi para derrubar muitas máscaras de muitos políticos e governantes. O nosso povo finalmente está deixando de ser “massa de manobra”, está mais bem informado e não aceita – em grande parte – a informação imposta garganta abaixo por “parte da imprensa” que acostumada em “mamar nas tetas do caos”, ainda insiste em tentar empurrar para dentro de nossas casas e nossas cabeças. O vírus existe, a pandemia está aí e temos que nos cuidar e cuidar de quem amamos. Temos que ter prudência e juízo. Prevenção com responsabilidade. Mas a vida de todos deve SIM continuar !

            Vamos juntos, mais uma vez, vencer essa guerra, lutando de frente, enfrentando o inimigo de igual para igual e com as armas que temos.

Com paciência, confiança em Deus, muita compreensão e sabendo absorver as lições que tudo isso está trazendo para todos nós, sairemos vencedores !