O DESENVOLVIMENTO DA PEQUENA ISABELLA

RELATO DE MÃE

* Por Cynthia Pereira

Os meses foram passando. Ali estávamos sempre na expectativa querendo ver Bella sentar-se. Todos esperando os primeiros balbucios, o engatinhar. Só que não sabíamos que tudo isso poderia demorar um pouco e que as histórias não são iguais.
Nessa espera, aprendi como ser humano uma coisa que sempre esteve muito presente na minha vida: a  ansiedade.
Entendi que não adiantava ficar sofrendo. Não mudaria o que já estava escrito.
Nessa espera me deparei com mais um carcinoma. Aí o chão se desfez mais uma vez. E não seria diferente: incertezas, medos e, sabe aquele sentar que esperávamos tanto: veio no meio de toda uma turbulência. Sabem como?
Bella
O irmão mais novo com uma bola, sentado na frente da Bella realizou o nosso desejo.  Em poucos minutos, no meio de tantas preocupações, Isabella mais uma vez nos mostrava que nada é impossível e que a fé nos move renovando todos os dias nossa esperança.
O amor alcança  muito além do que imaginamos e realiza sonhos dos nossos corações. O irmão tem um amor pela Isabella intenso e esse amor faz tudo de mais lindo acontecer!
Amor de irmão.

Fica tudo leve quando temos amor envolvido. A ligação do Breno com Isabella sempre foi muito forte. Mesmo sendo muito novo e sem entender, quando viu a irmã só queria pegá- la no colo. Não aceitava o fato de não poder entrar na UTI Neonatal. O amor já era muito grande.

Uma criança com  T21 que tem um irmão, sem dúvida ajuda muito nesse desenvolvimento. As mamães que tem uma criança com deficiência e tem vontade de ter mais um filho, é maravilhoso e só tem a fazer dessa família mais completa e realizada.
irmão

* Cynthia Pereira é mãe ativista. Ela escreve, quinzenalmente, para o Portal de Notícias da Revista Reação, dando sequência aos artigos.

cynthiaricas@yahoo.com.br

Font Resize