Ouro no atletismo, classificação no fut 5 e cinco finais na natação: como foi a madrugada de segunda, 30, nos Jogos de Tóquio

Capitão da Seleção Brasileira de futebol de 5, Ricardinho (número 10) é cumprimentado por seus companheiro
Takuma Matsushita/ CPB

O sexto dia de competições nos Jogos Paralímpicos começou com mais uma conquista da missão brasileira. Recordista mundial e paralímpico no lançamento de disco na classe F56, o mineiro Claudiney Batista subiu ao lugar mais alto do pódio e superou a sua própria marca na capital japonesa.

Ouro nos Jogos do Rio, em que lançou o disco a 45,33m, Claudiney quebrou o seu recorde ao atingir a marca de 45,59m em Tóquio. O pódio na capital japonesa foi completado pelo indiano  Yogesh Kathuniya, que ficou com a prata (44,38m), e pelo cubano Leonardo Aldana Diaz, medalhista de bronze (43,36m).

Com a vitória de Claudiney em Tóquio, o Brasil chegou à 11ª medalha de ouro nesta edição dos Jogos e à 98ª no geral, ficando apenas a duas da 100ª em todas as edições do megaevento.

Futebol de 5 
Após estrear com uma vitória por 3 a 0 diante da China, o Brasil superou mais um adversário no futebol de 5 nesta madrugada. A Seleção derrotou os anfitriões japoneses por 4 a 0 – gols de Nonato, Tiago Paraná e Ricardinho (2) e continua invicto na modalidade, disputada nos Jogos Paralímpicos desde 2004. Com a goleada, o time já garantiu uma vaga na semifinal da competição.

A equipe vai encerrar a sua participação na fase de grupos na noite desta segunda-feira, 30, às 23h30, contra a França.

“A marca da Seleção Brasileira é essa, de ser um time muito equilibrado. Nós rodamos muito a equipe. O [treinador] Fábio [Vasconcelos] trocou os jogadores a todo o momento e o nosso nível não caiu. O grupo é bastante homogêneo”, avaliou Ricardinho, capitão da Seleção.

Atletismo
Além do ouro de Claudiney, a missão brasileira teve Poliana Jesus na  final do arremesso de peso (classe F54). A atleta ficou em sétimo lugar ao atingir a marca de 5,68m. O pódio da prova foi formado pela chilena Francisca Sepúlveda Mardones (8,33m), seguida pela mexicana Gloria Zarza (8,06m) e por Nurkhon Kurbanova, do Uzbequistão (7,77m).

Medalha de ouro nos 5.000m da classe T11, Yeltsin Jacques avançou à final dos 1.500m com o melhor tempo da classificatória (4min07s34). Júlio César Agripino acabou eliminado na prova.

Thalita Simplício, que já conquistou a prata nos 400m na classe T11, avançou à semifinal dos 100m com o tempo de 12s38. Lorena Salvatini, na mesma prova, classificou-se com 12s48. Dona do recorde mundial nos 100m T11, Jerusa Geber passou com a marca de 12s41. As baterias das semifinais serão disputadas às 7h18 e 7h26 desta segunda-feira (horário de Brasília).

Nos 400m da classe T38, Edson Pinheiro Cavalcante não disputou a sua bateria, pois sentiu dores na perna direita.

Finais
7h00 – Edenilson Floriani e Francisco de Lima –  Final lançamento de dardo F64
7h04 – Fábio Bordignon – Final dos100m T35
7h10 – Beth Gomes – Final do lançamento de disco F 53
7h14 – Aser Ramos e Rodrigo Parreira – Final do salto em distância T36
7h46 – Alessandro Rodrigo – Final do arremesso de peso F11
8h33 – Vinicius Rodrigues – Final dos 100m T63

Outras disputas
Recordista mundial e paralímpico nos 400m (classe T20), Daniel Tavares vai correr nas classificatórias da prova a partir das 7h49 desta segunda-feira. Gustavo Henrique de Oliveira Dias será o outro representante brasileiro na disputa.

Às 8h15, nos 400m (classe T20 feminino), Jardênia da Silva estará na pista em busca de uma classificação entre as oito melhores da prova. Ketyla Teodoro tentará uma vaga na final nos 400m (classe T12) a partir das 8h51. Por fim, às 9h34, Vanessa Cristina estará nas classificatórias dos 1.500m (classe T54).

Natação
Os atletas brasileiros estão classificados para cinco finais da natação nesta segunda-feira. Dono de 27 medalhas paralímpicas, sendo três de bronze em Tóquio, Daniel Dias (classe S5) vai disputar nos 50m costas às 6h18. Na fase classificatória, Daniel fechou a prova em 37s19, quinto lugar na classificação geral.

Gabriel Melone (classe S5) estará na final dos  50m borboleta. Ele fez o tempo de 32s93 e terminou a classificatória na 6º posição geral. Na mesma prova, Talisson Glock fechou em 33s89 e foi eliminado após encerrar sua participação em 9º lugar.

Depois do ouro nos 50m livre S11, Wendell Belarmino briga por mais um pódio na prova dos 200m medley (classe S11). Com o tempo de 2min38s59, Wendell avançou em sétimo lugar na classificação geral. A prova está marcada para as 6h53.

Por fim, nas finais individuais, Maiara Barreto (classe S3) se classificou para a final dos 100m livre na sétima colocação geral, com o tempo de 2min12s02.

Na última prova desta segunda-feira, o time brasileiro masculino estará na decisão do revezamento 4x100m livre – 34 pontos. A equipe avançou com o quinto melhor tempo (3min59s03).

Horários das finais com brasileiros na natação:
5h51- Gabriel Melone – 50m borboleta (classe S6)
6h18 – Daniel Dias – 50m costas (classe S5)
6h53 – Wendell Belarmino – 200m medley (classe S11)
7h25 – Maiara Barreto – 100m livre (classe S3)
8h04 – Revezamento 4x100m livre (34 pontos)

Hipismo
O cavaleiro brasileiro Rodolpho Riskalla volta à disputa em Tóquio. Nesta segunda-feira, 30, Riskalla compete no individual livre grau IV, às 4h. O paulista já subiu ao pódio no adestramento individual grau IV, prova em que levou a prata.

Goalball
A equipe de goalball feminino está nas quartas de final dos Jogos Paralímpicos de Tóquio. A classificação foi confirmada após a goleada por 11 a 1 diante do Egito. A Seleção encerrou a fase de classificação na quarta colocação do grupo D, com quatro pontos.

A adversária da próxima fase será conhecida posteriormente.

Resultados da primeira fase:
Brasil 4 x 6 EUA
Brasil 4 x 4 Japão
Brasil 4 x 8 Turquia
Brasil 11 x 1 Egito

Tiro com arco
A brasileira Jane Karla foi derrotada pela italiana Eleonora Sarti, por 146 a 140, no Composto Individual Open feminino.

Bocha
José Carlos de Oliveira 4 x 2 Tomas Kral (Eslováquia)
Guilherme Moraes 3 x 4  Mikhail Gutnik (Comitê Paralímpico Russo)
Evani Soares 0 x 6 Hansoo Kim (Coreia do Sul)
Mateus Carvalho 1 x 3 Howon Jeong (Coreia do Sul)
Maciel Santos 8 x 1 Claire Taggart (Grã-Bretanha)

Próximos jogos
4h00 – Eliseu dos Santos x Yuk Wing Leung (Hong Kong)
4h00 – Marcelo dos Santos x Sergey Safin (Comitê Paralímpico Russo)
5h10 – Guilherme Moraes x Subin Tipmanee (Tailândia)
6h25 – Evelyn de Oliveira x Daniel Michel (Austrália)
7h50 – Natali de Faria x  Nelson Fernandes (Portugal)

Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro