Parte da grande mídia presta desinformação sobre vacinação para Pessoas com Deficiência

O SISTEMA REAÇÃO recebeu no decorrer desta terça-feira, 11, mensagens de pessoas com deficiência de diferentes regiões brasileiras, comentando sobre a confusão criada em torno do início da vacinação para pessoas com deficiência permanente que têm entre 55 e 59 anos e recebem o BPC (Benefício de Prestação Continuada).

De acordo com o que foi definido pelas autoridades federais, apenas esse grupo tem acesso à vacinação. Pessoas com Deficiência que não estejam no cadastro do BPC não receberão a vacina contra a COVID-19 nesse momento. Ocorre que parte da grande imprensa, principalmente os telejornais, não informou que existe essa obrigatoriedade. As pessoas com deficiência que não estão cadastradas no BPC não estão incluídas nesse grupo, e só serão vacinadas em outra fase do Plano Nacional de Imunização. “Já a partir da próxima sexta-feira, 14, pessoas com deficiência permanente na faixa de 50 a 54 anos poderão tomar a primeira dose do imunizante na campanha contra o coronavírus”, desde que também estejam cadastradas no BPC, informa em nota o Governo do Estado de São Paulo.

As pessoas com Síndrome de Down também deveriam ser vacinadas a partir desta terça-feira, 11. Nesse caso, devem apresentar laudo médico, diagnóstico ou tratamento e comprovante da condição de risco por meio de exames, receitas, relatório ou prescrição médica, além de documento de identificação. Em alguns municípios brasileiros, houve a necessidade de cadastros prévios de Unidades Básicas de Saúde para a vacinação. Nem todos receberam a vacina, ainda.

 

Confusão e alterações de datas

No interior de São Paulo, a Prefeitura de Ribeirão Preto cancelou todos os agendamentos da primeira dose da vacina contra Covid-19 que deveriam ser feitas nesta terça-feira (11) por pessoas com Síndrome de Down, pacientes transplantados com idade entre 18 e 59 anos e pessoas com deficiência permanentes entre 55 e 59 anos – e que recebem o BPC.

Assine nossa Newsletter

Newletter

A Secretaria Municipal de Saúde alegou que um erro de comunicação induziu a um agendamento de pessoas fora das categorias especificadas. Esse grupo seria vacinado na quarta-feira (12), mas a data foi remarcada para sábado (15), a partir das 8h., e deve continuar nos dias seguintes, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde. O local da aplicação ainda vai ser definido e não será necessário novo agendamento.

 

PRONUNCIAMENTO SOBRE CONFUSÃO CHEGA AO CONGRESSO NACIONAL

Os fatos que ocorreram no estado de São Paulo e em todo o Brasil provocaram o pronunciamento da Deputada Federal Rosana Valle, PSB/SP, na Reunião Deliberativa desta segunda-feira, 11, na Comissão de Direitos das Pessoas com Deficiência. Além de solicitar uma Audiência Pública para discutir a vacinação para as pessoas com deficiência, a parlamentar afirmou que “a vacinação está confusa e que a fila de prioridades comente injustiças e nós precisamos fazer ajustes”. Acompanhe o pronunciamento da deputada!