Pesquisa aponta que 88% das pessoas com deficiência acessam conteúdos culturais virtuais

Expocisão Virtual metmuseum
metmuseum

Uma pesquisa de opinião sobre o acesso à arte e à cultura em ambiente digital por pessoas com deficiência mostrou que 88% dessa população costuma acessar conteúdos culturais virtuais. A maioria desse grupo é formada por mulheres, entre 35 e 45 anos de idade, moradoras do Sudeste do país.

O levantamento online realizado pelo CCBB, Centro Cultural Banco do Brasil, com curadoria do Movimento WEB para Todos, foi divulgado nesta segunda-feira, em evento online, que contou com legenda ao vivo, audiodescrição e Libras, Língua Brasileira de Sinais.

Assine nossa Newsletter

Newletter

Entre os entrevistados, 43% possuem deficiência visual; 25% auditiva; 17% motora; 3% cognitiva; 2% múltipla e 8% outras.

O jornalista deficiente visual Fernando Campos, responsável pela página do Youtube ‘Na visão do Cego’, comentou que os eventos culturais online trazem formas inclusivas de comunicação.

A representante da empresa social Museus Acessíveis Viviane Sarraf lembra que a tecnologia sempre foi uma grande aliada das pessoas com deficiência. E que o isolamento social imposto pela pandemia se tornou um grande exemplo para a população em geral sobre as limitações que as pessoas com deficiência enfrentam no dia a dia.

A pesquisa também mostrou que pessoas com deficiência utilizam mais o aparelho celular do que o computador para fins culturais.

O estudo contou com a participação de 256 pessoas com deficiências diversas, de todas as regiões do país, e foi feito entre 28 de abril e 01 de junho deste ano.

Fonte: https://agenciabrasil.ebc.com.br/