Pesquisa Catho: para 71% oferta de vagas de emprego está retraída ou praticamente inexistente na pandemia

Em meio à pandemia, a reivindicação por oportunidades para profissionais com deficiência se tornou ainda mais necessária. É o que mostra pesquisa da Catho realizada com mais de 1,4 mil pessoas com deficiência.

De acordo com o levantamento, para 71% dos profissionais, a oferta de vagas para o mercado de trabalho está retraída ou praticamente inexistente neste momento de pandemia. Para além do momento de incerteza, os respondentes acreditam que o foco das empresas em apenas cumprir da Lei de Cotas é o maior impeditivo para a inclusão das pessoas com deficiência no mercado de trabalho.

Mesmo sendo parte expressiva da população brasileira, os mais de 45 milhões de brasileiros com deficiência ainda lidam com o preconceito e a exclusão no ambiente corporativo. Para os profissionais, a falta de perspectiva de carreira (56%) e a sensação de ser apenas um funcionário de cota (46%) são os fatores que mais os fazem desistir de um trabalho.

Ainda segundo a pesquisa, para que esse cenário mude, as pessoas com deficiência acreditam ser necessário que empresas olhem mais para fatores como salário compatível com a qualificação do profissional (65%), plano de carreira (50%) e bom ambiente de trabalho (43%).
Font Resize