Pesquisa Talento Incluir/Hibou revela que 85,5% das pessoas com deficiência em idade produtiva não se consideram do grupo de risco à Covid-19

A Talento Incluir – consultoria que já proporcionou emprego a mais de 7 mil pessoas com deficiência – acaba de realizar uma pesquisa em parceria com a Hibou, empresa de pesquisa e monitoramento de mercado, com o tema: Inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho, que constatou que 85,5% das pessoas com deficiência entrevistadas não se consideram inseridas no grupo de risco da Covid-19 apenas por sua deficiência.  

A pesquisa contou com 5.574 respondentes com deficiência que se declararam: trabalhando (home office ou fora de casa), empreendendo, desempregados, afastados ou aposentados.

CONFIRA: https://revistareacao.com.br/wp-content/uploads/2020/11/PESQUISA-PROFISSIONAIS-COM-DEFICIÊNCIA-NA-PANDEMIA.pdf

Do total dos respondentes que se declararam empregados, 446 profissionais foram afastados das suas funções durante a quarentena, sendo que mais da metade deles (63,7%) foi afastada por decisão exclusiva e equivocada das empresas onde trabalham. Quase todos (96,7%) pretendem voltar a sua rotina assim que possível.

A pesquisa também aponta que 20,2% (763 pessoas) das pessoas que estavam trabalhando antes da pandemia foram demitidas ou afastadas sem receber.

Entre os que disseram estar trabalhando em home-office (1.382 pessoas), 55,8% se sentiram mais incluídos nas atividades profissionais justamente pelo fato de que agora, todas são digitais. Ainda nesse grupo, 34,2% não sofreu impacto na sua produtividade trabalhando em casa. Com relação a interação com seus gestores diretos, 36,8% dos respondentes apontaram que conversaram menos ou muito menos com seus líderes durante a quarentena.

“A pesquisa revela o quanto as empresas e seus gestores ainda tomam atitudes baseadas em vieses inconscientes, associando a pessoa com deficiência à doença, o que não é correto. Além disso, os dados também ressaltam o quanto as empresas ainda precisam estimular os diálogos entre gestores e profissionais com deficiência, em especial neste no formato home office”, afirma a CEO da Talento Incluir, Carolina Ignarra.

Fonte: www.pitchocom.com.br

Font Resize