Portugal para pessoas com deficiência !

Desde 2012 a Oca Viagens está atuando com destaque no mercado de turismo para PcD e oferece produtos de viagens para passageiros que necessitam de atenção diferenciada. “Iniciamos com o atendimento a grupos da Melhor Idade que precisavam de atenção durante o tempo integral nas viagens e com isso desenvolvemos outros produtos que oferecem mais conforto aos turistas”, diz a diretora Suzan Escobar. A agência desenvolve pacotes especiais para pessoa com deficiência.

Nas viagens, todas as PcD contam com guias altamente preparados para auxiliar nas diversas situações que uma viagem pode causar, como entrar em contato com a família, acionar  seguro viagem, acompanhamento durante atendimento médico, aquisição de produtos farmacêuticos, locação de cadeiras de rodas ou andadores, compra antecipada de ingressos, contratação de profissional da saúde para atendimento no hotel, ou seja, esse guia atenderá as necessidades do turista com deficiência em praticamente todos os sentidos.

No Brasil existem poucos produtos de viagens que conseguem atender às necessidades do turista com deficiência. “Falta acessibilidade nos aeroportos, nos veículos que transportam passageiros nos destinos turísticos, nos hotéis, nos restaurantes, em praias, museus, parques etc. A maioria das PcD físicas, principalmente,  dependem de acompanhantes para viajar ou para garantir o mínimo de conforto”, afirma a diretora da Oca Viagens.

Na Europa existe um grande movimento de inclusão que oferece qualidade nos serviços realmente inclusivo. Suzan Escobar diz que tem muitos parceiros de toda cadeia do Turismo envolvidos, através de acordos e convênios que vem sendo captados e incorporados há bastante tempo. A diretora cita especialmente Portugal, onde existem vários roteiros que foram desenhados para atender às PcD, incluindo a possibilidade de dar continuidade a rotina diária de cuidados mesmo fora do Brasil. “Já existem ônibus, por exemplo, para transportar cadeirantes com capacidade de transportar muitas pessoas em apenas uma viagem. Isso tornou concreta a possibilidade de um cadeirante viajar sozinho para este destino. Dado o tamanho de Portugal, fica fácil imaginar que é possível percorrer Portugal – de norte a sul – com conforto e segurança em pouco tempo sem depender de acompanhamento”, comenta Suzan.

Através destes programas, muitos profissionais da área da saúde estão em hotéis para fazer trocas de roupa, auxiliar com a alimentação, com a administração de medicamentos e com a locomoção de pessoas que precisam de apoio. Além dos cuidados dentro dos hotéis, é possível alugar cadeiras anfíbias e elevadores para praias e piscinas e mais uma série de equipamentos que facilitam a vida de quem tem algum tipo de deficiência.

O projeto em Portugal, conta com o apoio de várias unidades hospitalares estrategicamente localizadas na cidade de Sintra que fica há 30 Km da capital de Portugal. Lá é possível dar continuidade a tratamento de fisioterapia como ter um atendimento médico de emergência eficiente. A sede da Oca Viagens fica na capital paulista.