Premiação fecha o ano dos esportes Paralímpicos !

O ano de 2016 ficará marcado na história do esporte com as excelentes performances dos atletas brasileiros. Para premiar os destaques, foi instituído o “Prêmio Paralímpico 2016”, entregue em dezembro passado no Rio de Janeiro.

O prêmio consagrou os melhores atletas do ano em cada uma das 22 modalidades que fizeram parte do programa dos Jogos Paralímpicos Rio 2016. Foram premiados também os melhores treinadores e atleta revelação (Fábio Bordignon, do atletismo).

Além dessa escolha, uma consulta popular por votação aberta durante nove dias premiou a saltadora Silvânia Costa, que teve 61 % dos votos entre as competidoras, e o velocista Petrúcio Ferreira, com 53 % da preferência no masculino. Ele fechou a participação nos Jogos Paralímpicos do Rio com 3 medalhas, sendo uma de ouro e duas de prata, e ainda bateu duas vezes o recorde mundial nos 100m T47 – uma vez na semifinal e a outra, na final. Já Silvânia chegou como favorita para o salto em distância T11 (para cegos) nos Jogos Rio 2016, após bater o recorde mundial da prova por duas vezes durante o ano. A medalha de ouro foi confirmada no último salto da disputa.

 

Lista dos vencedores

 Atletismo – Petrúcio Ferreira

Basquete em cadeira de rodas – Marcos Cândido Sanches da Silva

Bocha – Evani Calado

Canoagem – Caio Ribeiro

Ciclismo – Lauro Chaman

Esgrima em cadeira de rodas – Jovane Guissone

Futebol de 5 – Jeferson Gonçalves

Futebol de 7 – Leandro do Amaral

Goaball – Leomon Moreno

Halterofilismo – Evânio Rodrigues

Hipismo – Sérgio Oliva

Judô – Alana Maldonado

Natação – Daniel Dias

Remo – Cláudia Cícero

Rúgbi em cadeira de rodas – Julio César Braz

Tênis de mesa – Israel Pereira Stroh

Tênis em cadeira de rodas – Ymanitu Geon

Tiro com arco – Luciano Rezende

Tiro esportivo – Geraldo Von Rosenthal

Triatlo – Fernando Aranha

Vela adaptada – Marinalva de Almeida

Vôlei sentado – Frederico Dórea

 

 

Novos Jogos Paralímpicos

 No próximo mês de março, São Paulo sediará os Jogos Parapan-Americanos de Jovens, entre os dias 20 e 25/03. A competição será realizada no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro.

Devem participar cerca de 1.000 atletas, com idades entre 13 e 21 anos, de mais de 20 países. O programa da competição contará com 12 modalidades: atletismo, bocha, futebol de 5, futebol de 7, goalball, judô, halterofilismo, vôlei sentado, natação, tênis de mesa, basquete em cadeira de rodas e tênis em cadeira de rodas.

Buenos Aires (Argentina), foi a sede da última edição dos Jogos, em outubro de 2013. Na ocasião, o evento atraiu 631 atletas, de 16 países, para competir em dez modalidades. O Brasil liderou o quadro de medalhas do Parapan de 2013 com 209 pódios, sendo 102 de ouro. A primeira edição do Parapan de Jovens foi em 2005, em Barquisimeto (Venezuela), e contou com atletas de 10 países. Em 2009, 14 nações estiveram presentes em Bogotá (Colômbia).

Font Resize