Projeto aprovado na Câmara beneficia atletas com deficiência auditiva

Projeto aprovado na Câmara beneficia atletas com deficiência auditiva 

A Câmara dos Deputados aprovou, no início deste mês, o Projeto de Lei Nº 1153/2019, que incorpora o esporte de surdos entre as modalidades olímpicas e paralímpicas. O projeto também inclui a Confederação Brasileira de Desportos de Surdos (CBDS) ao Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e ao Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB).

Relatora da proposta na Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência, a deputada federal Maria Rosas (Republicanos-SP) destacou a importância da matéria e da inclusão do esporte surdolímpico dentro do programa Bolsa Atleta, do governo federal, que concede ajuda financeira para atletas de alto rendimento.

De acordo coma Organização Mundial de Saúde (OMS), existem 500 milhões de surdos no mundo. A expectativa, é que até 2050, serão pelo menos 1 bilhão em todo o planeta. No Brasil, são 10,7 milhões de pessoas deficientes auditivos, sendo 54% são homens e 46% mulheres. Desses, 2,3 milhões tem deficiência severa.