Projeto oferece atividades gratuitas de canoagem, dança e yoga para pessoas com deficiência no DF

Um projeto social do Distrito Federal vai promover atividades esportivas, de lazer e atendimento psicossocial para pessoas com deficiência, a partir do dia 22 de janeiro.

A ação, coordenada pela atleta Andrea Pontes, é itinerante e vai passar por Ceilândia, Samambaia, Plano Piloto e Guará.

As ações ocorrem aos sábados e domingos, e os interessados podem se inscrever, de graça.

Não há restrição de idade para participação. A iniciativa vai oferecer estruturas adaptadas às pessoas com deficiência para aulas de:

  • Canoagem
  • Stand Up Paddle (SUP)
  • Yoga
  • Tiro com arco
  • Tênis de mesa
  • Teqball (futebol de mesa)
  • Dança
  • Organização de hortas comunitárias

 

 

As atividades são realizadas pela Unidade Nacional de Acessibilidade (UNA). Para as modalidades aquáticas, está sendo montada uma piscina, dentro de um contêiner. A expectativa do projeto é atender até 3 mil pessoas — 50 em cada modalidade, diariamente — entre janeiro e maio deste ano.

 

Todas as atividades terão acompanhamento e orientação de professores e instrutores. A iniciativa também vai oferecer apoio social com atendimentos de psicólogos e assistentes sociais aos participantes.