Quem diria ? Lançamento da Mobility&Show Rio 2017 ! Parte 2

Por Fabio de Seixas Guimarães. Foi dada a largada no dia 16 de março último… e agora, mais do que nunca, nós fazemos parte desta história. Uma história que começou com Rodrigo Rosso antes da virada do Milênio – “milênio” parece mais distante, não é ? Mas faz tempo mesmo.

A Revista Reação vai completar 20 aninhos neste ano, em outubro. Depois da revista, Rodrigo criou a Reatech, em 2002 – que ele deixou em 2012 – em 2010, fundou a ABRIDEF – entidade patronal do setor da Tecnologia Assistiva e inclusão – e em 2015, criou a Mobility & Show, evento que começou em São Paulo/SP, no Autódromo de Interlagos.

Com o sucesso, a Mobility SP em 2016 teve que ir para um local ainda maior, o Campo de Marte, e aconteceu na pista de pouso de uma aeroporto… e agora, em julho de 2017, está sendo lançada a versão do evento no Rio de Janeiro !!!

Em setembro volta para São Paulo/SP, e em novembro, acreditem, a Mobility vai para Recife/PE… Haja história ! Que bacana !

Nossa participação na Mobility São Paulo 2016 foi singela, mas muito significativa. Uma parte da nossa trajetória.

Outra história de luta, que começou em maio de 2003, foi da estudante Luciana Novaes, quando foi atingida por uma bala perdida na Universidade Estácio de Sá, onde estudava. Não seria isso que a abateria. Hoje ela é vereadora no Rio de Janeiro/RJ e será a presidente de honra da Mobility Rio 2017… que legal !

            Mais uma história de vida que começou em 2006, quando Deborah Prates, entre a vida e morte, decidiu pela primeira, com a filha, então com uns 13 anos, ficar viva. Mas isso implicaria na possibilidade altíssima de perder a visão. E as duas mulheres, juntas, tiveram essa ATITUDE. Não por acaso, hoje, Deborah tem o livro publicado: “Acessibilidade Atitudinal”. Não por acaso, defende o direito das Mulheres. 

Em junho de 2013 comecei a minha pequena história, por livre e espontânea vontade, mesmo sem ser cadeirantes, sentando em uma cadeira de rodas e “saindo por ai”. Eu não conhecia o Rodrigo, nem a Deborah e sabia pelos jornais do acidente de Luciana. Não os “via”, assim como muitos outros que, de alguma forma estão envolvidos neste “universo” denominado ACESSIBILIDADE.

Quem diria ? Hoje, nós todos juntos, estamos envolvidos em uma história que se funde. Vindos de caminhos diferentes. Rodrigo Rosso nos colocou em uma mesma estrada, mas com um único olhar, o olhar para o outro. Olhar que Deborah Prates tem, como poucos. Estrada que Luciana Novaes sabe andar com uma rapidez como ninguém.

Agora, aqui, os quatro. Um orgulho que transborda a alma, que exala alegria deste coração viajado que, me faz ver uma luz lá, bem distante, iluminando o semblante de alguém que precisa de mim, de nós.

Pois é, nós estamos com os realizadores da Feira, estamos no meio da festa, hora somos plateia, hora estamos à beira, noutra esticamos a esteira para você, público, entrar. Somos gente que ouve e que fala, gente que não se cala, no intuito de ajudar.                                                     

Assim seguimos adiante, na escuta de um bom falante e também parceiro enorme nessa história, envolvido de alguma forma como todos nós já aqui citados, o Dr. Geraldo Nogueira. Que não está de brincadeira como Sub Secretário da PcD da cidade do Rio de Janeiro. Ele tem voz, não pede clemência é daqueles que promete e faz. E, na beleza do lugar, onde se juntaram muitos parceiros, não poderia faltar CVI, INES e outros companheiros.

O cenário: a Marina da Glória ! Um dos locais mais belos do Rio de Janeiro. O  céu azul, num dia de fim de verão, com Renato Baccarelli, responsável pelo test-drive das Mobilitys, visitamos a área onde essa parte tão importante da feira vai ocorrer. É ali onde todos conhecerão parte do que a Feira tem para mostrar. Ali vai virar a “praia” dos visitantes, porque antes da raia do teste, o Praia para Todos vai se instalar. O Projeto Praia para Todos, vai ser o grande parceiro, dono desse “terreiro” de experimentação veicular. Perceberam a mistura ? A inclusão que gera acessibilidade ? A mobilidade ?

         Não era casamento, mas teve a hora do SIM. A madrinha Luciana, dona de uma história de superação, mostrou-se feliz da vida e “Não podia dizer Não” – aceitou ser a madrinha, presidente de honra da Mobility Rio 2017.

Obrigado Luciana, obrigado vida por permitir que eu contasse em versos, uma história merecida. Obrigado Deborah, por me fazer enxergar que nossa trajetória vai muito além do horizonte no mar. Obrigado Rodrigo, obrigado empreendedor, que nos cedeu um espaço a ser completado com Amor.

            Vamos ter na Feira Mobility & Show Rio 2017 um espaço denominado ASAPARATODOS, onde estarão reunidas as mais importantes Instituições do Rio de Janeiro voltadas às causas das Pessoas com Deficiência. Um espaço também abertos a outros parceiros da Feira, buscando unificar os anseios da sociedade por um mundo mais inclusivo. O ASAPARATODOS vai ABRAÇAR com suas “asas”, onde “todos” podem se achegar.

Na entrada, a Sinal Link estará presente, colocando piso tátil para quem tem alguma deficiência visual. Às palestras do evento, o CVI estará atento, nos ajudando a coordenar. E a Mobility ganhou um presente: vai entrar na programação da TVINES, que é preparada para os que têm deficiência de audição.

Juntas, empresas privadas com organizações não governamentais, somam-se a empresas públicas e isso é que é o legal. Juntos somos mais fortes !

Um mundo onde o Cego andante, ajude o Cadeirante que, sendo ouvinte, conduz o amigo Surdo que, por conseguinte, guia o Cego adiante e, esse ao perceber o Autista não dá na pista etc e tal… se liga porque tem o Down ! E a pessoa com deficiência  intelectual. Isso é inclusão !!! Assim se forma a corrente de gente ajudando gente. Gente que ouve pelo outro, ou que ajuda o outro enxergar, que anda com competência para resolver a urgência daquele que não pode andar.

Você, que lê estas linhas, venha, junte-se a nós. Aqui na Mobility Rio vale o “nada sobre nós, sem nós”. Entende o porquê do orgulho deste que vos escreve ? Talvez seja pelo “barulho” da conquista em tempo tão breve.

Pois é, ser o Produtor Local da Mobility Rio 2017, uma das maiores Feiras do segmento no Brasil, é para lá de um sonho, é parte de uma história sendo construída. A nossa história. Acreditamos agora, mais do que nunca que a Cidade Maravilhosa, com a união de todos nós, poderá ser sim uma CIDADE MARAVILHOSA, mas PARA TODOS… de VERDADE !

*Fábio de Seixas Guimarães é Criador do Projeto BLA – Busco Legados de Acessibilidade – Sócio Proprietário da ASAPARATODOS – Ações e Soluções em Acessibilidade.

Font Resize