Saberes e emoções na “Capital dos Hermanos” !

ESPAÇO ABERTO

Amigos e amigas da Revista Reação, chegando mais uma vez com a energia de costume, desejando saúde e paz ! No mês de fevereiro “rolei” lá por Buenos Aires, Argentina. Fui lá “agitar” a galera e conhecer um pouco mais da Capital dos Hermanos. Já tinha estado em Buenos Aires duas vezes, mas, tudo muito rápido e sabem como é, pessoa surdocega como sou, não se dá bem com a velocidade. Agora, sim, foram sete dias e “a pasito” me dei bem. Nesta e nas próximas edições vamos publicar aqui breves textos escritos por “hermanas”, que de uma forma ou de outra, intercambiaram saberes e emoções com este colunista.

Visita de Alex Garcia a Laura Trejolin !

* Laura Trejolin, Pessoa Surdocega e com Multideficiência.

Posso dizer que Alex Garcia é um motivador, algo verdadeiro ! O que resgatou, em particular, é outra coisa. Quando adquiri múltiplas deficiências, entrei numa bolha que gradualmente congelou e… Me congelou ? Aqui ninguém pode me atacar. Eu passei em minha vida por muita violência. Eu atualmente moro em uma clínica de reabilitação. Vou a uma biblioteca “falante” e hidroterapia. Também sei que estou escondida e como um bebê em posição fetal. Aqui onde vivo não há violência, mas nem abraços, nem beijos, nem carinho. Acho que a partir de hoje, a partir da visita de Alex Garcia, vou tentar mostrar minha “cara” para o mundo. Alex Garcia estimulou-me e pude perceber que algumas pessoas ousam apesar de tudo. Ele, com suas “deficiências”, viajou sozinho para a Argentina. Ele não esperou em seu país por algo acontecer. Neste país, Argentina, poucas pessoas, para não dizer ninguém, dá bola para a surdocegueira e ele veio para mudar isso. Embora a suas condições estejam desde o nascimento e a minha não, posso dizer que prometo parar de contemplar os dias da minha bolha atual e descongelar a minha vida e iniciar uma auto-descoberta do meu poder interior que tem de irradiar. A partir de hoje, estou autorizada a sentir e sentir novamente, chegou a hora! O mero fato de saber que existe carinho do lado de fora, acendeu uma pequena chama no meu coração e as paredes de gelo começaram a cair. Por agora é apenas uma faísca, em breve será uma chama e, finalmente, uma fogueira gigantesca como Deepak Chopra disse em “O caminho do mago”. Foi Alex Garcia quem me acordou de uma longa letargia. Foi o mago que com um abraço e sua promessa de me ajudar, como ninguém jamais fez comigo, me permitiu lembrar que devo procurar em meu próprio coração… As pessoas geralmente não acham que o outro também é humano, com pensamentos, emoções, sentimentos… Temos a obrigação de pintar nossa vida em uma cor diferente do que é imposto a nós. Precisamente a capacidade de escolher e agir nos diferencia dos animais. Nós podemos decidir como levar as coisas. Eu quero que minha vida seja uma colagem! Esse homem me ajudou a acordar de uma letargia em que eu me instalara e começar a sonhar com o firme propósito de realizar meus sonhos.

Ter conhecido a Laura e ter lhe apoiado de alguma forma foi uma enorme satisfação para mim. Percebi um grande brilho em Laura. Pessoa inteligente, escritora e uma estudiosa. Sim, enfrentou e enfrenta barreira como praticamente todas as pessoas surdocegas e multideficientes, porém, seu desejo de lutar para alterar o seu “congelamento” é algo real e que emociona.

Terás meu apoio ! Laura Trejolin é Argentina, reside em Buenos Aires, também é conhecida pelo seu pseudônimo “Agostina Paz”. Seu e-mail: [email protected].

Forte abraço e até a próxima !