Saiba quais são as chances de o Brasil conquistar o 100º ouro nesta terça-feira, 31

Cerimônia de premiação do Atletismo. Jogos Paralímpicos Tóquio 2020
Ale Cabral/CPB

O Brasil segue em busca de sua 100ª medalha de ouro em Jogos Paralímpicos. O país está com 99, faltando apenas uma para a marca. As primeiras oportunidades de atingir o resultado histórico no sexto dia de competição em Tóquio serão no atletismo.

A delegação brasileira conquistou até agora 35 medalhas nos Jogos Paralímpicos de Tóquio, com 12 ouros, oito pratas e 15 bronzes. Está na sexta colocação no quadro de medalhas geral. A China lidera com 54 ouros e 119 medalhas, com a Grã-Bretanha em seguida, com 68 medalhas, sendo 26 de ouro, e o Comitê Paralímpico da Rússia, em terceiro lugar, com 19 medalhas de ouro e um total de 61 medalhas.

Atletismo

Oito finais do atletismo nos Jogos Paralímpicos de Tóquio terão brasileiros no quarto dia de disputas da modalidade no megaevento. A recordista mundial Jerusa Geber e a medalhista de prata em Tóquio Thalita SimplícIo estarão, às 08h02, na final dos 100m T11 (cegos). Campeão nos 5000m T11 no primeiro dia do atletismo no Estádio Olímpico de Tóquio, Yeltsin Jacques, competirá nos 1500m T11, às 21h38, nesta segunda-feira.

Ouro nos 400m T13 (atletas com baixa visão) e prata nos 200m T13 no Mundial de Dubai 2019, a maranhense Rayane Soares participará das eliminatórias dos 100m T13, às 8h10.

Os atletas do atletismo brasileiro já conquistaram 12 medalhas no Estádio Olímpico de Tóquio: cinco ouros, três prata e quatro bronzes, sendo quatro do campo (um ouro e três bronzes).

Confira a programação do quarto de disputas do atletismo:
Eliminatórias
22h30 – Rayane Soares – 100m T13 – Final 8h10
00h15 – Fernanda Yara – 100m T47 – Final 8h18
09h33 – Fabrício Júnior Ferreira – 400m T12

Finais
21h30 – Michel Gustavo Abraham de Deus – salto em distância T47
21h34 – Izabela Campos – lançamento de disco F11
21h38 – Yeltsin Jacques – 1500m T11
22h12 – Raissa Rocha Machado – lançamento de dardo F56
07h25- Flavio Reitz – salto em altura T63
08h02 – Jerusa Geber e Thalita Simplício – 100m T11
08h38 – Jardênia Silva – 400m T20
08h56 – Vanessa Cristina – 1500m T54

Natação

O paulista Gabriel Bandeira que já faturou três medalhas em Tóquio – ouro nos 100m borboleta S14, prata nos 200m livre S14 e bronze no revezamento 4x100m misto S14 – volta à piscina para nadar os 200m medley. O pernambucano Phelipe Rodrigues, que conquistou o bronze nos 50m livre S10 no primeiro dia da natação em Tóquio, nadará os 100m borboleta S10.

Entre as mulheres, a pernambucana Maria Carolina Santiago, que conquistou o ouro nos 50m livre S13 e o bronze nos 100m costa S12, nadará a classificatória dos 100m livre S12. Débora Carneiro e Ana Karolina Soares, que faturaram o bronze no revezamento 4x100m misto S14 com Gabriel Bandeira e Felipe Vila Real, nadará desta vez os 200m medley SM14. Na mesma prova, Beatriz Carneiro, medalhista de bronze nos 100m peito SB14, também tentará conquistar uma vaga na final.

A natação brasileira já soma 12 medalhas nos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020: três ouros, duas pratas e sete bronzes.

Confira a programação do sétimo dia
21h07 – Caio Amorim -400m livre S8 – Final 05h00
21h20 – Lucilene Sousa – 100m live S12 Final 05h21
21h24 – Maria Carolina Santiago – 100m livreS12 Final 05h21
21h32 – João Pedro Brutus – 200m medley SM14 – Final 05h34
21h36 – Gabriel Bandeira – 200m medley SM14 – Final 05h34
21h41 – Beatriz Carneiro – 200m medley SM14 – Final 05h42
21h46 – Ana Karolina Soares – 200m medley SM14 – Final 05h42
21h51 – Débora Carneiro – 200m medley SM14 – Final 05h42
22h02 – Bruno Becker – 50m peito SB2 – Final 06h04
22h11 – Patrícia Pereira – 50m peito SB3 – Final 06h12
22h26 – Laila Suzigan – 100m livre S7 – Final 06h40
22h33 – Phelipe Rodrigues – 100m borboleta S10 – Final 06h46
22h36 – Cecília Araújo – 100m livre – S9 – Final 07h14
22h36 – Mariana Gesteira – 100m livre S9 – Final 07h14
07h34 – Final do revezamento misto 4x100m livre 49 pontos

Tênis de mesa

O torneio de equipes do tênis de mesa começa na noite desta segunda-feira, 30, e o Brasil será representado por quatro times. Nas disputas individuais, o tênis de mesa brasileiro já faturou duas medalhas nos Jogos Paralímpicos de Tóquio. A catarinense Bruna Alexandre, 26 anos, conquistou a medalha de prata na classe 10 e a paulista Cátia Oliveira. 30, ficou com o bronze na classe 2.

Confira a programação dos jogos:
23h30  – Brasil x Japão – Equipes masculino classe 6-7
23h30 – Brasil x Austrália – Equipes masculino classe 9-10
01h00 – Brasil x Comitê Paralímpico Russo – Equipes feminino classes 6-7
04h30 – Brasil x Coria do Sul – Equipes feminino classes 1-3

Goalball

A Seleção Brasileira masculina de goalball disputará as quartas de final na manhã desta terça-feira, 31, às 7h30, contra a Turquia, no Makuhari Messe Hall, em Tóquio. A final será realizada no dia 3 de setembro.

A Seleção foi bronze nos Jogos Paralímpicos do Rio 2016. Nesta atual edição, a equipe nacional estreou contra a atual campeã paralímpica, a Lituânia, e venceu por 11 a 2. Em seguida, o Brasil sofreu um revés contra o Estados Unidos, por 8 a 6, e venceu a Argélia (10 a 4). Já no último jogo da fase de grupos, o Brasil venceu o Japão por 8 a 3.

A equipe feminina de goalball também está nas quartas de final dos Jogos Paralímpicos de Tóquio. A adversária será a China, na próxima quarta-feira, 1º, às 5h45 (horário de Brasília). A classificação veio após a goleada por 11 a 1 diante do Egito, no Makuhari Messe Hall. A equipe encerrou a fase de classificação na quarta colocação do grupo D, com quatro pontos.

Bocha

Os jogadores de bocha brasileiros disputarão as quartas de final neste sétimo dia de Jogos Paralímpicos. Maciel Santos busca o bicampeonato paralímpico – ele foi ouro em Londres 2012 – e está com 100% de aproveitamento no Japão na classe BC2. O duelo das quartas de final será nesta segunda-feira, 30, às 22h45 (horário de Brasília).

Evelyn de Oliveira também segue invicta. A próxima etapa dela na classe BC3 será nesta segunda-feira, 30, às 23h55 (horário de Brasília). Quem também avançou às quartas de final foi Eliseu dos Santos, da classe BC4. O atleta, de 44 anos, busca seu sexto pódio nos Jogos. O próximo jogo dele será naest terça-feira, 31, à 1h20 (horário de Brasília). Ele tem dois ouros nas duplas mistas (Pequim 2008 e Londres 2012), uma prata também nas duplas mistas (Rio 2016) e dois bronzes no individual (Pequim 2008 e Londres 2012).

José Carlos Chagas
conseguiu sua terceira vitória consecutiva na bocha e garantiu classificação às quartas de final da classe BC1. Ele volta à quadra para a partida decisiva nesta terça-feira, 31, às 4h (horário de Brasília).

As semifinais serão na manhã desta terça-feira, a partir das 5h15.

Vôlei sentado

A Seleção Brasileira masculina de vôlei sentado encara a Alemanha na madrugada desta terça-feira, 31, às 2h (horário de Brasília). O time verde e amarelo fez sua estreia nos Jogos Paralímpicos de Tóquio com vitória sobre a China por 3 sets a 1, mas na partida seguinte, acabou derrotado pelo Irã por 3 sets 0. Neste momento, a seleção tem, assim como a China, uma vitória e uma derrota na competição. A vitória contra os alemães, portanto, será necessária para a classificação às semifinais, já que só os dois primeiros de cada chave avançam. No outro grupo estão Bósnia, Egito, Japão e Comitê Paralímpico Russo.

Já a equipe feminina só volta a jogar nesta terça-feira, 31, às 22h (horário de Brasília), contra a Itália, na terceira partida da competição. A equipe do técnico José Guedes iniciou sua jornada em Tóquio com vitória, por 3 sets a 2, diante das canadenses. Na segunda rodada elas venceram as japonesas por 3 sets a 0.

As semifinais do vôlei sentado estão marcadas para os dias 2 e 3 de setembro para as equipes femininas e masculinas, respectivamente. Já as disputas do bronze e a final masculina estão marcadas para o dia 4. A final do feminino será no dia 5 de setembro, último dia dos Jogos de Tóquio 2020.

Futebol de 5

A Seleção Brasileira de futebol de 5 vai encerrar a sua participação na fase de grupos na noite desta segunda-feira, 30, às 23h30 (horário de Brasília), contra a França. O time comandado pelo técnico Fábio Vasconcelos já garantiu vaga na semifinal. Após estrear com uma vitória por 3 a 0 diante da China, o Brasil superou os anfitriões japoneses por 4 a 0

O Brasil está no grupo A ao lado de Japão, China e França. No outro grupo, duelam Espanha, Marrocos, Argentina e Tailândia. Os dois melhores de cada grupo avançam às semifinais. A grande decisão será no dia 4 de setembro, às 5h30.

Mais brasileiros
Ciclismo
20h18 – Ana Raquel Lins – contrarrelógio C5
20h41 – Carlos Alberto Gomes Soares – contrarrelógio C1
22h35 – Jady Martins Malavazzi – contrarrelógio H1-3
01h47 – Lauro Chaman – contrarrelógio C5
02h07 – André Luiz Grizante – contrarrelógio C4

Tiro com arco
6h21 – Rejane Silva – individual W1 – Final 7h45 às 8h40

Transmissão
Os Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020 contam com a transmissão ao vivo dos canais SporTV e da TV Brasil.

Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro