“Salvador Pra Cego Ver”: projeto mostra cidade para pessoas com deficiência visual

igreja

Reapresentar Salvador de forma acessível para pessoas com deficiência visual. Essa é a ideia do projeto “Salvador Pra Cego Ver”. Idealizado pela educadora e autora do projeto #pracegover, Patrícia Braille, e pela produtora cultural Edmilia Barros, a iniciativa utiliza a audiodescrição de imagens e vídeos para ilustrar a cultura e patrimônio da cidade nos perfis do Instagram e Facebook, ambos denominados @salvadorpracegover.

Além das imagens audiodescritas, o projeto contará com vídeos de convidados especialistas debatendo sobre o tema. Os recursos audiovisuais contarão com tradução em Libras. A ideia é compartilhar fotos e vídeos de pontos turísticos, locais históricos, manifestações culturais, gastronômicas e religiosas, através do recurso da audiodescrição que permite traduzir imagens em palavras.

Segundo a organização do projeto, o trabalho foi realizado por uma equipe composta pelos audiodescritores Patrícia Braille, Ariana Santana e Paulo Schmidt; a consultora de audiodescrição, Silvania Macedo; o especialista em turismo, Diogo Santos e a intérprete de Libras, Eurides Nascimento. Todos com experiência em educação inclusiva, tradução, arte e cultura popular.

Para compor o acervo de imagens, o projeto conta com a colaboração de diversos fotógrafos baianos.

O projeto é contemplado pelo Prêmio Anselmo Serrat de Linguagens Artísticas, da Fundação Gregório de Mattos e prefeitura de Salvador, por meio da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, com recursos oriundos da Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal.

Fonte: https://atarde.uol.com.br/

Font Resize