Sem cinemas acessíveis, plataforma de streaming com recursos de acessibilidade promete atrações para pessoas com deficiência auditiva e visual a partir de 15 de março

Esquecidas pela maioria das plataformas de streaming, as pessoas com deficiência visual e auditiva finalmente têm motivos para comemorar. A PingPlay, plataforma brasileira de streaming com recursos de acessibilidade, marcou uma data para seu lançamento: 15 de março.

Criado e gerido pela ETC Filmes, maior produtora de conteúdos acessíveis para filmes no Brasil, o novo serviço de streaming irá oferecer conteúdo focado para as pessoas com deficiência visual e auditiva. Dentre os recursos, haverá  audiodescrição, legendas descritivas e, principalmente, linguagem de sinais — recurso praticamente inexistente nas plataformas mundiais.

“A ideia surgiu com o fechamento dos cinemas e o adiamento da lei de acessibilidade para 2023”, diz Thais Ortega, coordenadora de acessibilidade e legendas da ETC Filmes. “[Muito] foi produzido, mas não disponibilizado. Uma plataforma online é uma ótima forma de tornarmos isso possível”.

Segundo ela, o desenvolvimento da PingPlay começou com uma pesquisa com o público-alvo para entender como as pessoas com deficiência viam uma plataforma de streaming com recursos. Além disso, vale lembrar o tamanho desse mercado: 45,6 milhões de pessoas são declaradas com deficiência, todas elas desassistidas pelos principais serviços de streaming.

Thais promete que o serviço terá filmes comerciais de diversos gêneros e também com títulos que nunca foram exibidos com acessibilidade, como ‘Parasita’. “Acreditamos que a PingPlay complementará as ofertas que já existem no mercado, tendo a acessibilidade como diferencial”, comenta.

O usuário poderá acessar a PingPlay por meio do site que estará disponível a partir do dia 15 de março. Futuramente, mas ainda sem uma data certa, a plataforma também poderá ser acessada através do aplicativo no celular, disponível para os  sistemas operacionais de iPhones (iOS) ou Android.

Thais ainda assegura que tudo foi criado pensando na acessibilidade. “A navegação da plataforma foi desenhada de maneira acessível, assim como comunicação e atendimento”, diz. “É um desafio chamar a atenção do nosso mercado para a população com potencial de consumo inexplorado”.

Plataforma de streaming com recursos de acessibilidade
Plataforma de streaming com recursos de acessibilidade

Fonte: www.filmelier.com

Font Resize