Sem fiscalização, transporte coletivo urbano é o maior propagador do Coronavirus no Brasil

O Deputado Estadual Rafael Silva (PSB) vem utilizando seu mandado para tentar convencer as autoridades que o vírus “chegou ao Brasil de avião, dentro das pessoas. Poucos vieram de navio. Para atingir a população, esse vírus usou o transporte coletivo, trem, metrô e, principalmente, ônibus urbanos, onde as pessoas eram (ou são) transportadas amontoadas, ligadas umas às outras. Retiraram milhares de ônibus das ruas, para aumentar o lucro das empresas”.

O parlamentar afirma ainda que “muita hipocrisia tem sido espalhada sobre o coronavírus. De nada adianta o afastamento das pessoas, se o coronavírus continuar sendo distribuído de forma covarde, levando dor e sofrimento para boa parte da população!”

De acordo com o deputado, que é da região de Ribeirão Preto, interior de São Paulo, “porque será que teriam alguns políticos interesses em favorecer os poderosos empresários do setor do transporte coletivo?”.

O parlamentar ainda afirma que, segundo levantamentos, em São Paulo, existem mais de quatro ou cinco mil ônibus circulando. “Se as pessoas viajassem sentadas, com mascaras (mesmo de pano), milhares de vidas humanas seriam poupadas. Somente a mídia pode mudar essa realidade!”, finalizou Rafael Silva.