Test-Drive Jac Motors T8

A minivan multiuso da montadora chinesa foi um dos destaques da última Reatech, exposta com adaptações especiais no estande da Cavenaghi.

O modelo chama atenção e chega para ocupar um espaço necessário e até então inexplorado na considerável fatia de consumidores com deficiência não condutores e seus familiares…

Agora não temos mais do que reclamar… se a família brasileira de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida não tinha opções de modelos que pudessem atender suas necessidades do dia a dia, com espaço, vários lugares, conforto e possibilidades de adaptações para todas as necessidades, e com preço acessível, independentemente de isenções ou não, agora tem. A montadora chinesa Jac Motors trouxe para o Brasil o modelo T8, uma super minivan de luxo com 7 lugares, que fica entre uma minivan comum e as vans disponíveis hoje no mercado. Ela não é tão grande e com tantos lugares como uma van… porém, é bem maior e mais completa que uma minivan comum. Enfim… só conhecendo melhor para saber como ela é. E é isso que a Revista Reação fez e vai passar aos leitores a partir de agora.

Numa parceria com a Jac Motors no Brasil – a SHC – que nos cedeu um veículo T8 por cerca de 20 dias, pudemos testar o modelo que foi todo adaptado pela Cavenaghi (adaptadora de veículos com sede na zona oeste da capital paulista) para o transporte de pessoas com deficiência, com banco especial giratório (tipo Carony) que sai do carro e seu assento já se torna a própria cadeira de rodas, e também com uma rampa traseira dobrável da suéca Autoadapt. Acompanhem como foi e conheçam melhor o T8:

 

O teste e o carro

Como já é tradição na Revista Reação, os testes que realizamos envolvem: conforto, acessibilidade, dirigibilidade, transferência do carro para a cadeira de rodas e da cadeira para o carro, capacidade de carga, abertura de portas, espaço interno e de porta-malas, comandos do painel, enfim… todas as possibilidades. E com o T8 não foi diferente.

Este recente lançamento da Jac no Brasil é um modelo para atender a toda família, principalmente para quem tem nela, uma pessoa com deficiência. Ou até mesmo, quando o próprio condutor do veículo é uma PcD e que precisa de um automóvel grande o suficiente para carregar sua família, cadeira de rodas, cadeira de banho, bagagem etc… Apesar da T8 só estar disponível com câmbio mecânico, nada impede, por exemplo, dela ser adaptada com sistema de embreagem eletrônica para que o condutor possa ser uma pessoa com deficiência, caso isso seja necessário. Mas o modelo é ideal mesmo para que PcD sejam transportadas, ou seja, para os chamados “não condutores”.

Como o carro é importado da China, não é possível aplicar nele nenhuma das isenções cabíveis para uma pessoa com deficiência, porém, a rede de concessionárias Jac Motors, com apoio da fábrica e do importador, estão oferecendo um super desconto em cima do preço para o consumidor final, que já é atraente. Assim, esperam poder atender de forma ainda mais diferenciada a pessoa com deficiência e seus familiares interessados na compra do T8.

Alguns itens de acabamento são realmente mais requintados, dando um certo charme ao modelo, abrindo também campo para que ele possa ser trabalhado pela SHC em outros segmentos, além da PcD, como: o de Turismo, Locadoras e Transporte de Executivos, por exemplo.

Sofisticação e luxo não faltam ao modelo, que vem até com teto solar. Porém, a economia de combustível já não é um ponto forte do T8. Não é fácil para o motor 2.0 dar conta de tanto peso, o que faz com que o consumo do motor exclusivamente à gasolina, seja um pouco alto.

 

Dirigibilidade, visibilidade, conforto e desempenho

O T8 tem excelente visibilidade. É bastante alto e todo envidraçado, o que dá plena visão ao motorista e passageiros. Isso é um diferencial e tanto para o cadeirante transportado, por exemplo, que não tem a mesma visão de dentro de uma minivan comum.

O modelo é bastante macio e confortável, vem completinho – menos banco de couro que é opcional – com: airbag duplo, ar-condicionado, direção hidráulica, rodas de liga leve, central multimídia, trio elétrico, freios ABS. O T8 não é um carro com motor que responde imediatamente, até pelo seu porte e peso. Isso também é uma característica dos freios quando são exigidos. A estabilidade é boa, apesar do modelo ser bem alto e quadradão, típico de vans e furgões, ele é bem estável e bom de curvas.

Seja no trânsito da cidade ou na estrada, o JAC T8 mostrou que tem conforto de sobra. O câmbio manual é bem macio e leve, de fácil troca de marchas, mas que às vezes são sentidas pelo motorista. Muito espaçoso, o T8 é realmente interessante para pessoas com deficiência e suas famílias, que precisam levar suas cadeiras de rodas, cadeira de banho e outros utensílios, principalmente em viagens. Afinal, a PcD que precisa ser transportada tem mais necessidades que qualquer outra, na maioria das vezes, e precisa de espaço para levar os equipamentos necessários para sua melhor qualidade de vida.

 

Acessibilidade, transferência e porta-malas

O T8 é bastante grande… tem mais de 5 m de comprimento, por isso, outro ponto interessante e bem eficiente do carro é a câmera de ré, com visor no painel: ajuda e muito !

Os comandos de painel – requintado e com detalhes imitando madeira escura –  ficam colocados de forma que o motorista tenha tudo ao seu alcance. E os comandos de som no volante também são bem úteis. A posição da alavanca do câmbio também é muito boa para quem dirige, assim como os botões de iluminação e acionamento do teto-solar no teto, tanto acima do motorista, como também atrás, dando autonomia aos passageiros nessa operação. O ar-condicionado também é duplo e independente para os passageiros.

O rebatimento dos bancos traseiros – inclusive com giro de 360º na segunda fileira – e a sua fácil remoção, são grandes atributos do T8, facilitando também sua adaptação.

O acesso ao interior do carro para quem usa da cadeira de rodas – no caso desse modelo testado pela Revista Reação e adaptado pela Cavenaghi – é muito bom.

Foram instaladas no T8 duas adaptações diferentes: a rampa traseira dobrável e o banco removível na segunda fileira, dando a opção de entrada e saída também pela porta lateral.

As portas laterais tem sistema de abertura deslizante (portas de correr), são bem práticas e seguras, com boa amplitude de boca, permitindo a instalação do sistema tipo Carony.

A entrada do cadeirante pela rampa instalada na porta traseira do T8 ainda é um pouco prejudicada pela altura da abertura. A porta da T8 abre para cima e o cadeirante para ingressar ao interior do carro, tem que abaixar a cabeça para ela não bater na proteção de cima da porta. Nem todos os cadeirantes ou pessoas com deficiência que são transportadas, tem esse controle de cabeça. Mas isso está sendo resolvido pela Jac Motors em parceria com a adaptadora Cavenaghi, que já estão com sua equipe de engenheiros desenvolvendo uma forma de permitir essa entrada sem que a pessoa transportada tenha que abaixar a cabeça para entrar no carro. Até porque, a altura interna do T8 é perfeita, a pessoa fica bem acomodada e sem encostar a cabeça no teto depois que ultrapassa a porta, podendo ser transportada com toda segurança e conforto. E por falar em segurança, é sempre bom lembrar que a adaptação respeita todos os itens e normas internacionais, com travas Q-Straint e cintos de segurança.O carro permite várias opções de adaptações, garantindo espaço interno para tudo e todos.