Tribunal de Justiça de São Paulo cria seção de acessibilidade e de inclusão

ilustração TJ SP
Tribunal de Justiça de São Paulo

O Tribunal de Justiça de São Paulo, em cumprimento à Resolução 401/21 do Conselho Nacional de Justiça, criou a Seção de Acessibilidade e Inclusão. A intenção é atender pautas de acessibilidade e inclusão de pessoas com deficiência no Judiciário.

Vinculada à Coordenadoria de Apoio aos Servidores (CAPS), recebe demandas sobre o tema, assessora o planejamento e o monitoramento de iniciativas e promove práticas inclusivas e acessíveis a partir de diretrizes e ações estratégicas.

O desembargador Antonio Carlos Mathias Coltro, um dos coordenadores da CAPS é o presidente da nova seção.

Continua após a publicidade…



As ações da Seção de Acessibilidade alcançam, além do público interno, jurisdicionados, advogados, defensores públicos, integrantes do Ministério Público e outros usuários do sistema de Justiça. O setor conta, por exemplo, com uma servidora intérprete de Língua Brasileira de Sinais (Libras).

São elaborados projetos e ações, como o lançamento do segundo módulo do curso prático de Libras para magistrados e servidores, em parceria com a Secretaria de Gestão de Pessoas e a Escola Judicial dos Servidores, previsto para o próximo mês, além de reuniões periódicas com a Comissão de Acessibilidade e Inclusão.

Com a criação da Seção, a equipe tem se preparado para definir estratégias institucionais a fim de fomentar a igualdade e a eficiência no atendimento, alinhada às demais secretarias do TJ-SP. O setor pretende, também, auxiliar magistrados na convocação de tradutores e intérpretes de Libras nas audiências em que figurem partes surdas, por meio de suporte no acesso ao Portal de Auxiliares da Justiça.

Completam a liderança das atividades relacionadas ao tema os desembargadores Carlos Otávio Bandeira Lins e Marco Antonio De Lorenzi. A coordenadora da CAPS, Patrícia de Rosa Pucci Canavarro, também comemorou a criação da Seção.

Saiba mais: https://www.tjsp.jus.br/Noticias/Noticia?codigoNoticia=82065&pagina=1